No terreiro de Umbanda:

No terreiro de Umbanda:
"No terreiro de Umbanda todos são iguais e os assistentes não devem dar vazão às aparências do mundo profano na busca de sua espiritualização. Assim, quem frequenta um terreiro da Divina Luz jamais terá a oportunidade de identificar no corpo mediúnico, estando seus membros vestidos todos de branco, eventuais ou supostas diferenças intelectuais, culturais e sociais, tal como não podeis visualizar as cores das penas de um bando de araras voando. Não importa se por trás da roupa branca sacerdotal se encontra o advogado, o arquiteto, o militar graduado ou o diplomata, um rico empresário ou um simples camelô, a funcionária concursada ou a empregada diarista, todos estão ali reunidos em um mesmo espaço religioso, igualados na intenção de servir incondicionalmente os seus semelhantes como medianeiros de Jesus."
RAMATÍS - MEDIUNIDADE DE TERREIRO.

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

JESUS "DESCE" NOS UMBRAIS COM UM CORPO DE ILUSÃO!!!


        Jesus, o Mestre de todos, o Anjo Sublime, de tempo em tempo, plasma um novo “corpo astral”, o que os teosofistas denominam corpo de ilusão astralino, e desce “pessoalmente” com os caravaneiros socorristas para visitar os antros de dor e ranger de dentes, assim como fazia quando esteve entre vós, indo até onde se localizam os excluídos, pecadores e leprosos de outrora. Contribui o Divino Rabi da Galileia, com o exemplo incondicional de amor, demonstrando que o Cristo está dentro de cada ser, e não na ilusão dos templos assépticos de pedras construídos pelos “fariseus” modernos que ainda se consideram sentenciosos proprietários de Jesus. 
        A consciência angélica de Jesus, pela sua onipresença planetária, em delicada e incomum atuação técnica “atômica”, faz-se presente em qualquer lugar na psicosfera astral terrícola, condensando e aproximando uma das outras as correspondentes moléculas da dimensão astralina, assim teleguiando o corpo de ilusão criado, como adestrado operador, onde se fizer necessário.

RAMATÍS - MEDIUNIDADE DE TERREIRO.

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

ORIXÁS – FACEBOOK DA AFRAM:

Prezados irmãos, a imagem demonstra bem como o INCRIADO DEUS se "fragmenta", ou se diferencia, em aspectos particularizados, como raios vibracionais peculiares em correspondências eletromagnéticas específicas na natureza manifestada no planeta. Há que se considerar que verdadeiramente estas vibrações nos influenciam o psiquismo, a ponto de termos as manifestações anímicas das mesmas nos terreiros de Umbanda, na forma de mitos e lendas que são recriadas através de cânticos - mantras - no subconsciente dos médiuns, advindo nos estados alterados de consciência, através de movimentos corporais e gestuais peculiares a cada oscilação de onda fatorial dos Orixás. Nestas catarses anímicas, o espíritos falangeiros observam e apoiam seus médiuns, num saudável processo de autocura que anda lado a lado com a mediunidade, pois não é incomum os espíritos guias da Umbanda se identificarem como Orixás; Ogum, Xangô, etc...pois são genuinamente os enviados dos ORIXÁS. 
      IMPORTA, EM VERDADE, A MANIFESTAÇÃO DO ESPÍRITO PARA A CARIDADE, seja do encarnado ou do desencarnado. NÃO INCORPORAMOS os Orixás, mas eles estão muito presentes na "alma" da Umbanda, reinterpretados à luz do momento presente. Nas obras subsequentes de Norberto Peixoto / Ramatís, ao qual li todas e aguardo o recente lançamento, é esclarecido com profundidade este assunto, sem esgotá-lo.

Fraternalmente,

Silvio Marques – Comentando o post a seguir:

O QUE SÃO ORIXÁS?
Os orixás são aspectos da Divindade, altas vibrações cósmicas que se rebaixam até vós, propiciando a manifestação da vida em todo o Universo.
É preciso compreenderdes que existem vários planos vibratórios no Cosmo e que Deus manifesta-se por meio de vibrações próprias em cada dimensão. Essas vibrações energéticas não são o próprio Incriado, que permanece sem ser manifestado diretamente.
Os orixás, emanações oriundas do divino, são expressos desde as dimensões imateriais sem forma até os mundos manifestados na forma (astral, etérica, física), em faixas vibratórias específicas.
O que mantém a harmonia universal são os orixás, vibrações cósmicas conhecidas milenarmente pelas religiões e filosofias orientais e que agora estão sendo elucidadas com maior clareza para o Ocidente.

CORRESPONDÊNCIA VIBRATÓRIA DOS ORIXÁS
Cada um dos orixás tem peculiaridades e correspondências próprias na Terra: cor, som, mineral, planeta regente, elemento, signo zodiacal, essências, ervas, entre outras afinidades astromagnéticas que fundamentam a magia da umbanda por linha vibratória.

NAS SETE LINHAS
A cada um dos orixás se afina a uma plêiade de espíritos que atuam nas formas estruturais que sustentam o movimento da umbanda no Espaço: pretos velhos, caboclos e crianças.

ORIXÁS INCORPORAM?
Na umbanda, os orixás NÃO INCORPORAM. Afirmamos que isso é impossível, pois não é da natureza universal quaisquer manifestações personificadas dos orixás.
Os orixás se “manifestam” na umbanda indiretamente por meio dos espíritos que se unem no plano astral formando as linhas vibratórias, uma para cada um deles.
É uma forma de se unirem organizadamente em auxílio aos filhos da Terra. Nenhuma linha vibratória que representa um orixá é melhor que outra. Todas têm a mesma importância.
Ramatís
A Missão da Umbanda

Médium: Norberto Peixoto

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Palestra e Sessão de Autógrafos: MEDIUNIDADE DE TERREIRO.


Prezados irmãos planetários,

Informamos que nesta próxima sexta, dia 29 de Agosto, a partir das 18h e 30min teremos o lançamento oficial do livro MEDIUNIDADE DE TERREIRO; palestra e sessão de autógrafos com NORBERTO PEIXOTO.

Aguardamos a todos!!!
Paz, saúde, força e união!!!




SINOPSE:
Este guia de estudos é para todos os que praticam a mediunidade de terreiro e não encontram respostas satisfatórias que expliquem o que se passa em seu mundo íntimo. Composto por uma série de artigos inspirados por Ramatís, os textos nele contidos esclarecem a dinâmica umbandista, que embora não codificada está unida pela semelhança de conhecimentos disseminados no interior de seus terreiros. Temas controversos, como as experiências psíquicas anômalas, os desdobramentos astrais com relatos de contatos diretos com entidades do plano suprafísico, as falsas “obrigações” de trabalho, os métodos de indução ao transe mediúnico, a fisiologia oculta da degradação do perispírito de entidades exiladas para outros orbes, e a atuação de extraterrestres nos terreiros, são desvendados de forma clara, ao estilo didático de Ramatís, que praticamente dialoga com o leitor, visando a minorar o problema do preconceito e da ignorância acerca das potencialidades psíquicas dentro dos terreiros, muitos dos quais dominados pela fascinação coletiva, fé cega e obrigações subjugadoras.

Mediunidade de Terreiro compartilha ainda experiências sobre a atuação técnica dos mentores nas reconstruções extrafísicas e saneamentos do Umbral inferior, detalhes do Hospital da Metrópole do Grande Coração, descrevendo um desencarne com assistência espiritual, e desvenda os motivos da rejeição às religiões que realizam rituais para induzir aos estados alterados de consciência, deixando muito claro que o êxito de qualquer trabalho mediúnico está nos objetivos elevados de seus integrantes. Leitura imprescindível, reflexão necessária para os adeptos universalistas!

IMPORTANTE:
Teremos sessão de caridade - passes e aconselhamentos espirituais - normalmente neste dia.

LANÇAMENTO: MEDIUNIDADE DE TERREIRO.

LANÇAMENTO: MEDIUNIDADE DE TERREIRO.
Clique na imagem para comprar.

Sinopse:

Este guia de estudos é para todos os que praticam a mediunidade de terreiro e não encontram respostas satisfatórias que expliquem o que se passa em seu mundo íntimo. Composto por uma série de artigos inspirados por Ramatís, os textos nele contidos esclarecem a dinâmica umbandista, que embora não codificada está unida pela semelhança de conhecimentos disseminados no interior de seus terreiros. Temas controversos, como as experiências psíquicas anômalas, os desdobramentos astrais com relatos de contatos diretos com entidades do plano suprafísico, as falsas “obrigações” de trabalho, os métodos de indução ao transe mediúnico, a fisiologia oculta da degradação do perispírito de entidades exiladas para outros orbes, e a atuação de extraterrestres nos terreiros, são desvendados de forma clara, ao estilo didático de Ramatís, que praticamente dialoga com o leitor, visando a minorar o problema do preconceito e da ignorância acerca das potencialidades psíquicas dentro dos terreiros, muitos dos quais dominados pela fascinação coletiva, fé cega e obrigações subjugadoras.

Mediunidade de Terreiro compartilha ainda experiências sobre a atuação técnica dos mentores nas reconstruções extrafísicas e saneamentos do Umbral inferior, detalhes do Hospital da Metrópole do Grande Coração, descrevendo um desencarne com assistência espiritual, e desvenda os motivos da rejeição às religiões que realizam rituais para induzir aos estados alterados de consciência, deixando muito claro que o êxito de qualquer trabalho mediúnico está nos objetivos elevados de seus integrantes. Leitura imprescindível, reflexão necessária para os adeptos universalistas!

Aromaterapia com florais no facebook:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google analytics