Oxalá Nos Uniu 2018

quinta-feira, 11 de outubro de 2018

A Umbanda educa, orienta, conforta e socorre.

“A Umbanda educa, orienta, conforta e socorre. Está sendo descortinada gradativamente e, cada filho seu é um vaso valioso, feito na olaria com barro bem moldado, o que requer tempo, trabalho, suor e muita dedicação dos oleiros que preparam a argila, os abnegados Caboclos, Pretos Velhos, Crianças e Exus. Tanto são as suas formas de apresentação, tanto quanto forem necessárias ao despertamento das consciências das criaturas humanas enredadas nos ciclos de renascimento na matéria transitória. Os orixás são expansões de Deus, energias materializadas em diversos matizes na Terra, Ele que é o supremo energizante cósmico que a tudo preenche e anima.”   

RAMATÍS - no livro UMBANDA PÉ NO CHÃO.

quarta-feira, 26 de setembro de 2018

ELUCIDAÇÕES DE UMBANDA



     Nesta obra, Elucidações de Umbanda*, Ramatís apresenta-se junto aos Pretos Velhos e Caboclos e prepara o leitor para conceitos mais profundos da Umbanda em seus aspectos esotéricos. Retoma a magia etéreo-física, com a introdução da apometria, técnica anímico-mediúnica de indução aos desdobramentos espirituais. Esclarece o que são e para que servem as oferendas junto à natureza. Analisa com precisão a estrutura energética humana – orixás, corpos e chacras -, e como a regência dos astros a influencia, tendo impacto nas vibrações e linhas de trabalho da Umbanda.
      Ainda nos traz Vovó Maria Conga, preta velha experiente e laboriosa muito próxima de Ramatís, com preciosas elucidações quanto à forma de apresentação dos espíritos, Guias e Protetores da Umbanda – descreve minuciosamente o seu mediunismo e o uso do ectoplasma nos terreiros, em relato verídico da movimentação das falanges no Plano Astral.
      Sem dúvida, trata-se de um valioso guia de estudos, alertando-nos quanto à sensatez fraterna e universalista que deve preponderar em todos os corações dos homens, independente das diversas religiões e doutrinas terrenas.    
(*) Nota: O título da obra em sua primeira impressão era Samadhi. Nesta edição foi atualizado para Elucidações de Umbanda, o que a torna mais afim com o seu conteúdo.      

quinta-feira, 13 de setembro de 2018

Desmistificando Exu...




Na criação do Universo, o primeiro impulso volitivo ­divino foi “desdobrar” uma parte de Si, um atributo peculiar: o poder organizador do caos e vacuidade que presidiria tudo e antecederia a criação e as “coisas” a serem criadas. Este “elemento” primordial, imanente e partícipe de tudo que existe é Exu. É o que os iorubanos chamam de a primeira estrela criada (ÌRÀWÒ-ÀKÓDÁ). Exu traz consigo a neutralidade e a partir dele todos os demais atributos divinos, os Orixás, puderam “soltar-se” do Criador e mergulharam no “corpo de Deus”, um oceano cósmico de fluido vital – prana ou axé –, imergindo nas dimensões vibratórias criadas, num rebaixamento energético e de frequência. Assim, vieram até o mundo manifestado terreno, que esotericamente entendemos como forças da natureza.

Neste sentido, Exu é o dono dos caminhos na mais profunda significação e significados, pois ele é o grande movimento cósmico (mensageiro, mediador e comunicador), permitindo, em conformidade com a volição do Criador, a existência da vida em todas as latitudes universais. No processo criativo divino, contínuo e ininterrupto, espíritos são criados e “jogados” para fora do útero genitor – Deus é pai e mãe –, e Exu impulsiona essas mônadas primevas (centelhas) a mergulharem no oceano da existência que lhes dará, gradativamente, as formas adequadas para que possam existir nas diversas profundidades ou dimensões. São-lhes ofertados corpos espirituais propícios ao meio que habitarão. O próprio Deus lhes presenteia.

Exu, esse desconhecido na Umbanda, é o guardião de todas as encruzilhadas vibratórias, passagens e pontos de encontro que se cruzam, tangenciam e são subjacentes entre si, compondo as diversas faixas de frequência que pairam no universo criado.

quinta-feira, 2 de agosto de 2018

LEITOR: NÃO INCENTIVE A PIRATARIA.

             As obras literárias são protegidas pela Lei de Direitos Autorais. Significa que pertence ao autor o direito de escolher onde e quando suas obras devem ser divulgadas.
           Digitalizar livros impressos para publicar em seu blog/página, ou ainda, disponibilizar para livre acesso o conteúdo de arquivos digitais (e-books), sem consentimento do autor, são práticas contrárias à lei, sujeitas a penalidades civis e criminais.
            Portanto, cuidado! O fato de um título estar disponível na internet não presume que essa reprodução tenha sido autorizada. E dar continuidade a uma divulgação ilegal, através do compartilhamento, é incidir no mesmo crime.

Tatiane Chalupka
OAB/RS 57.015

quarta-feira, 25 de julho de 2018

MÉDIUNS CONSCIENTES...A verdadeira atualidade da Umbanda.

Há anos quando aprendi com meu querido preto-velho que a consciência era para o nosso próprio aprendizado, passei a ficar mais tranquila e confiante. Passei a entender que nos conselhos que nossos guias dão para algum consulente, muitas vezes são o que nós médiuns estamos precisando ouvir ou praticar, e é assim q eles nos passam seus ensinamentos. Ele ainda acrescentou, que sem a consciência poderíamos nos tornar meros "fantoches" nas mãos de espíritos sem luz. 
Helena Ferreira Araújo. 

 ..... 

Estou desde os meus 7 anos de idade na Umbanda, desde o meu batizado em Itacuruçá. Infelizmente, o que falta hoje em uma parcela surpreendente de umbandistas, o que é preocupante, é VERACIDADE - capacidade de ser verdadeiro ou de dizer a verdade. Ao mentirem que são inconscientes, prejudicam-se e à muitas pessoas, pois a fé cega só conduz quem orienta e quem é orientado pela mentira ao abismo . Não se constrói uma espiritualidade sadia e madura sem VERACIDADE e, com certeza, os envolvidos se enredam na Lei de Reencarnação. 
Axé, saravá, namastê!!! 
NORBERTO PEIXOTO.

segunda-feira, 9 de julho de 2018

O CONSULENTE PAPA PASSES

       Consulente define as pessoas que buscam a Umbanda, mas não são adeptos vinculados a uma corrente, pois são desligadas das finalidades internas da Umbanda. O consulente “PAPA PASSES”, comparece às sessões apenas para receber o passe. Frequentador assíduo de “consultórios do Além” e de todos os grupos mediúnicos que se formam apenas para receber favores espirituais, não consegue compreender que a Umbanda não é mero salva-vidas para acidentes existenciais nascidos de sua própria invigilância. Vivemos dando desculpas para não nos conhecermos verdadeiramente, não queremos compromisso que imponha disciplinas de horário e assiduidade, alegamos absoluta falta de tempo, mas quando acontece um problema em nossa vida, seja financeiro, emocional, de saúde, etc., arrumamos tempo para buscar "passe", corrermos atrás de "curas espirituais", do "caboclo portentoso" ou "exu forte"... nem se for em outra cidade. Umbanda não é mero mediunismo e troca com os espíritos. É estudo e vivência, para nos levar ao autoconhecimento e a mudança interior. Umbanda é ciência de autorrealização, Divina Luz que nos liberta da escuridão de nossos equivocos e atos que enredam na Lei de Causa e Efeito.

quinta-feira, 14 de junho de 2018

quarta-feira, 13 de junho de 2018

Um discípulo nem sempre está naquele que segue por onde quer que o mestre ande e sim naquele que age e conduz seus passos como seu mestre faria, independente de onde esteja. Abençoada é a reencarnação de Ramatís.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google analytics