terça-feira, 9 de março de 2021

Vem do Reino de Oxalá.

 



              Umbanda de A a Z – vem do Reino de Oxalá está organizada como um índice temático. Baseada nas obras ditadas por Ramatís a Norberto Peixoto, aborda assuntos do amplo campo ritualístico umbandista e do mediunismo em geral, como, por exemplo: “atraso de vida” ao se desligar da corrente; Exu, o organizador universal e agente de limpeza astral nas zonas umbralinas; assédios aos médiuns; banhos ritualísticos; demandas astrais; ectoplasma e curas espirituais; fisiologia da aura humana e da tela búdica; interferências no trabalho mediúnico; magia, vampirismo e captura de duplos etéreos; obsessões de encarnado para encarnado e em desdobramento fora do corpo físico; Orixás e karma; “tropas de choque” no Plano Astral; as limpezas extrafísicas e a valência do mediunismo de terreiro; entre outros assuntos palpitantes do universo das diversas “Umbandas”. 

         A Umbanda ensina, enquanto ciência metafísica de autorrealização espiritual, a nos unirmos novamente com a fonte irradiante de Luz Divina, de paz e amor que se reflete em toda a Terra, nos mares, nos céus, no infinito e no interior de cada ser humano.


Saiba mais:

https://www.livrariadotriangulo.com.br/


quarta-feira, 3 de fevereiro de 2021

MÉDIUM DOENTE POR NÃO TRABALHAR?!?


 

MÉDIUM DOENTE POR NÃO TRABALHAR?!?

Muitas casas de Umbanda estão fechadas pela pandemia.

 E agora, o que fazem os médiuns doentes por não trabalharem?

Este é um questionamento simplista e parte de uma objeção por incompreensão ou por ignorância da real função da mediunidade. Se o médium está enfermo, isto não deve ser atribuído ao fato do mesmo não estar trabalhando. O seu fluido vital original estando desarmonizado e se ele se sente bem após o trabalho mediúnico está fazendo uma descarga energética de si mesmo e nada mais. Obvio que em médiuns deseducados, iniciantes, esta “limpeza” é um estado natural do seu próprio desequilíbrio. Todavia, médiuns antigos que não conseguem se manter saudáveis longe do trabalho mediúnico ostensivo estão profundamente enfermos d’Alma e não aprenderam quase nada com os anos práticos de Umbanda que acumulam. Toda e qualquer enfermidade, seja mental ou física, parte da lei de atração: somos o que pensamos e daí estabelecemos a sintonia com vibrações pessoais e externas. O período inicial de aprendizagem mediúnica é exatamente para distinguirmos o que é nosso e o que é do outro. Médiuns que não sabem lidar com as suas vibrações e com as vibrações que não são suas são médiuns deseducados, que não tiveram um desenvolvimento mediúnico adequado. Depender a vida toda do Guia Espiritual para se “limpar” é criar séria dependência que mais cedo ou mais tarde vai gerar profundo sofrimento, pelo fato que um dia a bengala nos será tirada e não saberemos andar sozinhos.

O trabalho mediúnico é doação sagrada e incondicional de amor ao próximo e o bem-estar e saúde do médium independe do trabalho em si.

Em contrário, é troca (toma lá dá cá) e não a genuína caridade.

Simples assim!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google analytics