CURSO UMBANDA PÉ NO CHÃO COM NORBERTO PEIXOTO.

O CURSO FOI PROVISORIAMENTE SUSPENSO PELO RECESSO CORONAVÍRUS. REMARCAREMOS FUTURAMENTE E TODOS OS INSCRITOS TEM SUA VAGA GARANTIDA.


CURSO UMBANDA PÉ NO CHÃO COM NORBERTO PEIXOTO.

- PRESENCIAL E GRATUITO.

O curso objetiva transmitir aos participantes uma consciência espiritual, dentro da tradição de oralidade da Umbanda de raiz; presencial, de boca a orelha. A palavra verbalizada é fundamento, conduz axé e um fluxo de consciência do espiritual para o material, do orientador para os “alunos”.

INÍCIO: dia 18 de março de 2020, encontros semanais, toda quarta-feira, com DURAÇÃO de 8 a 10 semanas.

HORÁRIO: das 20 h e 00 min às 21 h e 30 min (o portão de entrada abre às 19 h e 30 min).

LOCAL: Grupo de Umbanda Triângulo da Fraternidade

Rua Barão de Tramandaí, nº 23 – Passo d’Areia

Porto Alegre – RS

INSCRIÇÕES: somente 30 vagas e as inscrições serão presenciais em dia de Gira, na secretaria do Grupo de Umbanda Triângulo da Fraternidade, às sextas-feiras à noite, a partir do dia 28/02/20. Não faremos inscrições por email ou WhatsApp. É pré-requisito comparecer, se fazer presente para se inscrever. As aulas não serão gravadas nem transmitidas ao vivo.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

As aulas serão dinâmicas – o primeiro tempo de sustentação oral pelo facilitador e o segundo interativo com perguntas e respostas. Não utilizaremos recursos audiovisuais e não concederemos certificado. Os conteúdos estão no livro UMBANDA PÉ NO CHÃO. Recomendamos a leitura do livro para melhor aprendizado de cada aula, conforme o programa a seguir:

Origem e história da Umbanda: advento do Caboclo das Sete Encruzilhadas

Estrutura astral do movimento umbandista

O que são Orixás, Guias e Falangeiros

Formas de apresentação dos espíritos

As linhas de trabalho

As firmezas e tronqueiras

O cruzeiro das almas

A Curimba, os cantos e os toques – a música sacra de terreiro

Os preceitos

As consagrações

A convergência universalista da Umbanda

As influências e diferenças dos cultos africanos, da pajelança indígena,

do catolicismo e do espiritismo

O axé através da mediunidade;

Estrutura energética do homem, Carma e regência dos Orixás

Finalidade dos amacis e banhos de ervas

A importância do ritual, o espaço sagrado nos terreiros e sua diversidade de culto

O transe nos terreiros

A incorporação consciente

As diferenças ritualísticas e a formação da consciência umbandista

A união nas desigualdades; Religião, filosofia, ciência e arte

A magia na Umbanda; as dimensões física, etérica, astral e a movimentação

mediúnica de energias entre elas;

O fundamento dos elementos e dos condensadores energéticos: ar, terra, fogo e água, álcool, ervas, a fumaça, o som; as guias; os pontos riscados; a pólvora; as oferendas; a água;

Os fundamentos do congá (atrator, condensador, dispersor, expansor,

transformador e alimentador)

A sessão de caridade;

O preparo

O desenvolvimento mediúnico

O que se aprende nas sessões de desenvolvimento?

Os passes e aconselhamentos espirituais

Por que os Orixás não incorporam?

A desobsessão na umbanda

O que sãos Orixás?

Os sítios vibracionais dos Orixás

Alguns tipos psicológicos associados aos Orixás; Oxalá, Yemanjá, Xangô, Ogum, Iansã, Oxum, Oxossi, Nanã Buruquê, Omulu.


sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Orixás regentes de 2014 - o que esperar do ano novo?



O novo ano se aproxima, vamos nos despedindo 2013, ano em que Saturno (Obaluayè) planeta regente de 2013, não foi muito condescendente, muitos sentiram sua força, foi para muitos um ano difícil, de dores, despedidas inesperadas, de fogo, de tragédias...mas também um ano em que as amizades verdadeiras, a união em grupos, nas famílias, fortaleceu-se as relações, mostrando-nos que sozinhos, tudo fica mais difícil, e que em união tudo fica mais forte!

Em breve 2014 se fará real, será um ano regido por Júpiter (Xangô), o planeta da prosperidade e da fartura, que chega nos trazendo um alento, um ano muito diferente com relação à energia anterior, nos trará reflexão e inspiração, inspirando-nos ao trabalho comunitário, uma maior dedicação na busca e compreensão da religiosidade, fortalecendo a nossa luta contra a intolerância religiosa favorecendo a mobilização das consciências.

Júpiter com seu brilho intenso trará mais luz a nossa busca por iluminação espiritual, mostrará os valores éticos, religiosos e intuitivos. A energia de Júpiter despertará a visão ampla, proporcionando mais prosperidade e cultura.

Se Saturno (Obaluayè) nos deixou um tanto “mexidos” talvez estressados, ou quem sabe até um pouco traumatizados, devido a sua forte Exigência...Júpiter trará uma energia mais suave para refazermos nossas forças, séria, justa, forte também, mas, mais leve, mais sutil!!!

No que se refere as orientações recebidas em nosso grupo, por nossos Guias e orientadores, os regentes do Ano de 2014, serão Xangô e Iansã, devido a regência do Planeta Júpiter, este planeta é dedicado a estes Orixás, Júpiter é o maior dos planetas em termos de dimensão, representa, de maneira unificada, as figuras É símbolo da grandeza de espírito, da sabedoria e generosidade, do sentido de justiça e da elevação espiritual.

Júpiter é representado por uma meia-lua crescente (símbolo da consciência da alma) unida a uma cruz (a matéria). É planeta de natureza masculina, positiva, regente de Sagitário e Peixes.

Teremos uma passagem por Oxossi, orixá da cura e conhecimento, que vem amenizando as vibrações às vezes exacerbadas de Xangô e Iansã, e Xapanã(*) (Obaluayè), regerá carmicamente em função de saturno permanecer ainda em escorpião, Um ano então, de Xangô e Iansã, com passagem por Oxossi e influencia de Xapanã (Obaluayè) e Oba - simbólicas do pai, do patriarca e do rei, ( Xangô é Rei).

De maneira geral, de ano sob estas influencias, devemos esperar um ano de transformações espirituais, estas energias trazem-nos uma predisposição para a busca de conhecimento, quem quer transformar a vida e elevar-se de alguma forma, este é o ano da busca interior e exterior. Todas estas influencias voltadas as filosofias e inteligência. Xangô rege o que justo, correto, as leis, e todo o movimento energético de Iansã, também indicam que uma revisão deve ser feita, é tempo de aprimoramentos, de busca pra melhorar o conhecimento, de estudar mais, ler mais, se enturmar com pessoas selecionadas e andar com vencedores.

Sob a influencia do orixá da Justiça, a ignorância, arrogância ,os preconceitos, e destempero só trarão prejuízos as pessoas. Aqueles que apenas querem se aproveitar, humilhar subjugar os mais fracos, ou os considerados “diferentes”, tendem a se dar mal nesse ano que é um ano de Xangô, ano de justiça.

As movimentações sociais, as minorias se levantando, se organizando é mais que esperado, porem a regência de Xangô, trará um comportamento social, mais equilibrado e inteligente, os protestos e manifestações, melhor organizados, mais bem direcionados, sem violência e com objetivos claros e não tão egoístas como estão acontecendo agora.

A promessa é de que 2014 seja um ano para expansão, crescimento, principalmente para o diálogo. Sua vibração não é voltada apenas ao material, muito pelo contrário, para o crescimento da consciência. O aprimoramento esta ligado ao SER ESPIRITUAL, de acordo com o site -  Norberto Peixoto (Triângulo da Fraternidade): 

É esperado “que Xangô propicie um melhor perceber-se e perceber o outro, melhorando o diálogo inter e intrarreligioso. É o ano de 2014 de muita mobilização na esfera de busca dos direitos e igualdade, notadamente contra a intolerância."

Passagens por Oxossi, isto ocorre em função de o dia da semana, Quarta feira, ser o dia destinado a Oxossi. Então, entrar o ano de verde em homenagem a este forte orixá do conhecimento, verdade e da cura, nos trará energias benfazejas! Podemos colocar um cristal de esmeralda, na mesa, junto a frutas e flores, acender uma vela verde para Oxossi, pedindo saúde para nossa família!!

Que venha 2014, que possamos agir com verdade, com firmeza de caráter, para que as Leis, as forças que nos acompanharão durante todo o ano, estejam a nosso Favor!!

Um desejo sincero, de paz profunda, união e verdade para todos nós!

Texto original compilado de:
Raios de Luz - Umbanda Esotérica.


(*)Nota: Xapanã é um Inkice, originalmente uma divindade da nação Angola, que aqui no RS é sincretizado com Obaluayè/Omulu, divindade nagô yorubana, por influência notadamente da nação Cambinda, que veio da África com o sincretismo de ambas as nações. Ocorre que o espaço territorial dos antigos "Cambindas" foi absorvido pelo império nagô que o conquistou em disputa territorial, daí advindo este "hibridismo". Cabe a reflexão que, quando falamos em cultura africana, na verdade são diversas culturas que na diáspora  foram preservadas e hoje estão  imbricadas entre si, em muitos terreiros e notadamente no modo de ser do brasileiro e na cultura popular. Podemos concluir que, todo esforço que objetiva a "pureza" doutrinária, e a não mistura, é uma grande ilusão e perda de tempo.  Norberto Peixoto.  
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google analytics