CURSO UMBANDA PÉ NO CHÃO COM NORBERTO PEIXOTO.

O CURSO FOI PROVISORIAMENTE SUSPENSO PELO RECESSO CORONAVÍRUS. REMARCAREMOS FUTURAMENTE E TODOS OS INSCRITOS TEM SUA VAGA GARANTIDA.


CURSO UMBANDA PÉ NO CHÃO COM NORBERTO PEIXOTO.

- PRESENCIAL E GRATUITO.

O curso objetiva transmitir aos participantes uma consciência espiritual, dentro da tradição de oralidade da Umbanda de raiz; presencial, de boca a orelha. A palavra verbalizada é fundamento, conduz axé e um fluxo de consciência do espiritual para o material, do orientador para os “alunos”.

INÍCIO: dia 18 de março de 2020, encontros semanais, toda quarta-feira, com DURAÇÃO de 8 a 10 semanas.

HORÁRIO: das 20 h e 00 min às 21 h e 30 min (o portão de entrada abre às 19 h e 30 min).

LOCAL: Grupo de Umbanda Triângulo da Fraternidade

Rua Barão de Tramandaí, nº 23 – Passo d’Areia

Porto Alegre – RS

INSCRIÇÕES: somente 30 vagas e as inscrições serão presenciais em dia de Gira, na secretaria do Grupo de Umbanda Triângulo da Fraternidade, às sextas-feiras à noite, a partir do dia 28/02/20. Não faremos inscrições por email ou WhatsApp. É pré-requisito comparecer, se fazer presente para se inscrever. As aulas não serão gravadas nem transmitidas ao vivo.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

As aulas serão dinâmicas – o primeiro tempo de sustentação oral pelo facilitador e o segundo interativo com perguntas e respostas. Não utilizaremos recursos audiovisuais e não concederemos certificado. Os conteúdos estão no livro UMBANDA PÉ NO CHÃO. Recomendamos a leitura do livro para melhor aprendizado de cada aula, conforme o programa a seguir:

Origem e história da Umbanda: advento do Caboclo das Sete Encruzilhadas

Estrutura astral do movimento umbandista

O que são Orixás, Guias e Falangeiros

Formas de apresentação dos espíritos

As linhas de trabalho

As firmezas e tronqueiras

O cruzeiro das almas

A Curimba, os cantos e os toques – a música sacra de terreiro

Os preceitos

As consagrações

A convergência universalista da Umbanda

As influências e diferenças dos cultos africanos, da pajelança indígena,

do catolicismo e do espiritismo

O axé através da mediunidade;

Estrutura energética do homem, Carma e regência dos Orixás

Finalidade dos amacis e banhos de ervas

A importância do ritual, o espaço sagrado nos terreiros e sua diversidade de culto

O transe nos terreiros

A incorporação consciente

As diferenças ritualísticas e a formação da consciência umbandista

A união nas desigualdades; Religião, filosofia, ciência e arte

A magia na Umbanda; as dimensões física, etérica, astral e a movimentação

mediúnica de energias entre elas;

O fundamento dos elementos e dos condensadores energéticos: ar, terra, fogo e água, álcool, ervas, a fumaça, o som; as guias; os pontos riscados; a pólvora; as oferendas; a água;

Os fundamentos do congá (atrator, condensador, dispersor, expansor,

transformador e alimentador)

A sessão de caridade;

O preparo

O desenvolvimento mediúnico

O que se aprende nas sessões de desenvolvimento?

Os passes e aconselhamentos espirituais

Por que os Orixás não incorporam?

A desobsessão na umbanda

O que sãos Orixás?

Os sítios vibracionais dos Orixás

Alguns tipos psicológicos associados aos Orixás; Oxalá, Yemanjá, Xangô, Ogum, Iansã, Oxum, Oxossi, Nanã Buruquê, Omulu.


quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

As máscaras do Ego - deixa-me tirar o argueiro do teu olho?


         
"Ou como dirás a teu irmão:Deixa-me tirar o argueiro do teu olho, estando uma trave no teu? Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho e, então, cuidarás em tirar o argueiro do olho do teu irmão".

         As diversas abordagens psicológicas transpessoais nos relatam a existência de duas estruturas em nosso psiquismo, uma denominada de Ego e outra denominada de variadas formas Self, Eu Profundo, Eu Superior ou a que preferimos Ser Essencial.
            O Ser Essencial é a Essência Divina amorosa que todo ser humano é, imagem e semelhança do criador, conforme narra poeticamente a gênese bíblica e o Ego é fruto da imperfeição e ignorância que ainda existe em nós, formado por duas faces uma evidente, caracterizada pelo desamor e uma mascarada, pelo pseudo-amor.
            Vejamos estas duas estruturas de nosso psiquismo mais detalhadamente:
Representemos, didaticamente, a psique humana como sendo formada por três esferas concêntricas. A camada mais interna representa o Ser Essencial permeada pela energia do amor, a intermediária e externa representam o Ego, sendo a primeira as negatividades do ego, permeada pela energia de desamor e a segunda as máscaras do ego, permeada pela energia do pseudo-amor:

Esquema representativo da psique humana em uma abordagem transpessoal


 SER ESSENCIAL OU CAUSAL é o Centro da Consciência onde estão fixadas todas as características positivas e valores reais do indivíduo.
É o nosso Eu Superior, Profundo, o Self. O Ser Essencial é o nosso lado luz, o nosso lado amoroso, bom e belo, é a Essência Divina que somos.
Somos nós em estado de luz natural, onde encontramos todas as potencialidades de forma latente que vão emergir e se desenvolver, aos poucos, a partir do momento em que o indivíduo se identifica consigo mesmo, cujo ponto culminante é o estado de iluminação.
Originam-se no Ser Essencial todos os sentimentos nobres que nos caracterizam: bondade, fraternidade, solidariedade, ética, compaixão, justiça, sinceridade, tolerância, amizade, auto-estima, etc., enfim todos os valores que são derivados da energia de amor que o compõe.
O Ser Essencial é um campo de energia eletromagnética que pode estar expandido ou inibido dependendo das camadas exteriores que compõem o Ego.
Podemos dizer que o Ser Essencial é o espírito propriamente dito conforme vemos em O Livro dos Espíritos questão 88: “O Espírito é, se quiserdes, uma chama, um clarão, ou uma centelha etérea”.
EGO é a camada de ignorância que envolve o Ser Essencial, onde ficam registradas todas as experiências equivocadas, nas quais não colocamos em prática o amor essencial.   É o nosso eu menor, inferior.
É composto de duas partes:
NEGATIVIDADES DO EGO – é a parte do ego onde ficam registrados todos os sentimentos que representam a ausência do valor essencial correspondente.
Estes sentimentos se originam na energia de desamor (ausência do amor) que compõem o ego. Exemplo: ódio, egoísmo, orgulho, revolta, raiva, mágoa, ressentimento, angústia, tristeza, ansiedade, desespero, medo, pânico, violência, cólera, ciúme etc.
Todos estes sentimentos negativos, apenas representam o movimento egóico de não-valor e por isso são transitórios. Existem enquanto não nos dispomos a cultivar os sentimentos reais que são os essenciais.
MÁSCARAS DO EGO – é a parte do ego disfarçada, mascarada, onde o ego lança mão dos seus instrumentos de defesa e fuga.
As máscaras originam-se na energia de pseudo-amor, na qual o indivíduo, consciente ou inconscientemente, mascara as negatividades do ego com sentimentos aparentemente positivos. Exemplo: euforia, autopiedade, perfeccionismo, pseudoperdão, martírio, puritanismo, etc.
Observando-se os sentimentos mascarados superficialmente, tem-se a impressão que eles são reais, mas se os analisarmos profundamente perceberemos que eles são falsos, parecem reais, mas não são, pois continuam sendo um não-valor que se origina na energia do pseudo-amor para encobrir sentimentos oriundos do desamor.
       As máscaras podem, quando vitalizadas, impedir o contato mais profundo com o Ser Essencial, pois ao parecer que cultiva os valores essenciais o indivíduo cristaliza estes sentimentos falsos.

Fonte:
Psicoterapia à Luz do Evangelho de Jesus 
Alípio de Cerqueira Filho
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google analytics