CURSO UMBANDA PÉ NO CHÃO COM NORBERTO PEIXOTO.

O CURSO FOI PROVISORIAMENTE SUSPENSO PELO RECESSO CORONAVÍRUS. REMARCAREMOS EM BREVE E TODOS OS INSCRITOS TEM SUA VAGA GARANTIDA.


CURSO UMBANDA PÉ NO CHÃO COM NORBERTO PEIXOTO.

- PRESENCIAL E GRATUITO.

O curso objetiva transmitir aos participantes uma consciência espiritual, dentro da tradição de oralidade da Umbanda de raiz; presencial, de boca a orelha. A palavra verbalizada é fundamento, conduz axé e um fluxo de consciência do espiritual para o material, do orientador para os “alunos”.

INÍCIO: dia 18 de março de 2020, encontros semanais, toda quarta-feira, com DURAÇÃO de 8 a 10 semanas.

HORÁRIO: das 20 h e 00 min às 21 h e 30 min (o portão de entrada abre às 19 h e 30 min).

LOCAL: Grupo de Umbanda Triângulo da Fraternidade

Rua Barão de Tramandaí, nº 23 – Passo d’Areia

Porto Alegre – RS

INSCRIÇÕES: somente 30 vagas e as inscrições serão presenciais em dia de Gira, na secretaria do Grupo de Umbanda Triângulo da Fraternidade, às sextas-feiras à noite, a partir do dia 28/02/20. Não faremos inscrições por email ou WhatsApp. É pré-requisito comparecer, se fazer presente para se inscrever. As aulas não serão gravadas nem transmitidas ao vivo.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

As aulas serão dinâmicas – o primeiro tempo de sustentação oral pelo facilitador e o segundo interativo com perguntas e respostas. Não utilizaremos recursos audiovisuais e não concederemos certificado. Os conteúdos estão no livro UMBANDA PÉ NO CHÃO. Recomendamos a leitura do livro para melhor aprendizado de cada aula, conforme o programa a seguir:

Origem e história da Umbanda: advento do Caboclo das Sete Encruzilhadas

Estrutura astral do movimento umbandista

O que são Orixás, Guias e Falangeiros

Formas de apresentação dos espíritos

As linhas de trabalho

As firmezas e tronqueiras

O cruzeiro das almas

A Curimba, os cantos e os toques – a música sacra de terreiro

Os preceitos

As consagrações

A convergência universalista da Umbanda

As influências e diferenças dos cultos africanos, da pajelança indígena,

do catolicismo e do espiritismo

O axé através da mediunidade;

Estrutura energética do homem, Carma e regência dos Orixás

Finalidade dos amacis e banhos de ervas

A importância do ritual, o espaço sagrado nos terreiros e sua diversidade de culto

O transe nos terreiros

A incorporação consciente

As diferenças ritualísticas e a formação da consciência umbandista

A união nas desigualdades; Religião, filosofia, ciência e arte

A magia na Umbanda; as dimensões física, etérica, astral e a movimentação

mediúnica de energias entre elas;

O fundamento dos elementos e dos condensadores energéticos: ar, terra, fogo e água, álcool, ervas, a fumaça, o som; as guias; os pontos riscados; a pólvora; as oferendas; a água;

Os fundamentos do congá (atrator, condensador, dispersor, expansor,

transformador e alimentador)

A sessão de caridade;

O preparo

O desenvolvimento mediúnico

O que se aprende nas sessões de desenvolvimento?

Os passes e aconselhamentos espirituais

Por que os Orixás não incorporam?

A desobsessão na umbanda

O que sãos Orixás?

Os sítios vibracionais dos Orixás

Alguns tipos psicológicos associados aos Orixás; Oxalá, Yemanjá, Xangô, Ogum, Iansã, Oxum, Oxossi, Nanã Buruquê, Omulu.


quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

O egrégoro "21/12/12" - padrões mentais e emocionais induzidos.


 “Jesus lhes respondeu: Destruí este santuárioe em três dias o reconstruirei. Replicaram os judeus: Em quarenta e seis anos foi edificado este santuário, e tu, em três dias, o levantarás? João 2:19-21            

             Basicamente, egrégora, ou egrégoro para outros, (do grego egrêgorein, velar, vigiar), é como se denomina a "entidade" criada a partir do coletivo pertencente a uma assembléia, ou seja, é um campo de energia criado no Plano Astral a partir da energia emitida por um grupo de pessoas através dos seus padrões mentais e emocionais. 

             Estes padrões mentais e emocionais podem ser induzidos por espíritos inteligentes, mistificadores, pouco evangelizados, com o objetivo de causar confusão, discórdia, atrapalhação, dispersando as atenções para o objetivo que eles almejam ofuscar, como por exemplo agora em 21/12/12, momento que praticamente não se fala em Jesus, nos seus ensinamentos, diante dos apelos externos salvacionistas que estão pululando nos diversos tipos de mídia virtual.


            A gênese da formação desta "monstruosa" aglutinação de pensamentos parasitas, o pano de fundo que fez com que isto fosse criado e se fortalecesse, é o instinto de sobrevivência egoísta exaltado pelo medo da morte. 

            Enquanto as criaturas humanas, preocupadas com a existência e manutenção de suas vidas, não compreenderem "Jesus Resurrecto" para muito além do homem crucificado, aspecto da sua vitória sobre a vida carnal que as religiões das massas estão falhando em consolidar, fraqueja a fé das criaturas, dado que não sedimentaram em si a religiosidade pela crença absoluta em dogmas infantis.  O mestre "reconstruiu" seu santuário - seu corpo perispiritual - 3 dias após o calvário na cruz. Através de uma aglutinação de ectoplasma materializou-se aos discípulos incrédulos.

           Os homens pouco religiosos e quase nada espiritualizados, procuram instintivamente um substituto externo nos momentos de medo em que julgam que suas vidas estejam ameaçadas.

            Assim, com o medo e o egoísmo exaltado, prendem-se as mentes às pompas externas, fincam pé literalmente ao "pé das letras" sagradas, instalando-se o fanatismo por fenômenos externos pela falta de segurança interna, mesmo que fontes científicas sérias digam o contrário do que creem como verdade absoluta. 

           Os mentores espirituais que zelam pela humanidade orientam, nos mais diversos compêndios, que conforme determina a ética sideral de evolução das consciências, não devemos anteciparmo-nos aos ditames geofísicos, astrofísicos e astronômicos, nem ao mérito e à aprendizagem das minudências das soluções científicas comprovadas pelos pesquisadores acadêmicos. 

            Novas seitas, videntes, médiuns poderosos, surgem e criam sub-religiões fundamentalistas e etnocêntricas, pois não aceitam ser questionados e estão cegos para avaliarem outras verdades.  E aí fogem para sobreviverem, fascinados com as mensagens definitivas sob a alcunha de 21/12/12 - guiando-se pelas visões de místicos da Nova Era.

            Não foi diferente da época de Jesus, pois aqueles homens primários nublados pelo convencionalismo de uma religião definitiva, aguardavam ansiosos os anjos descerem dos céus para os libertarem do jugo de seus adversários. 

            Sem dúvida, este final do ano de 2012 trará preciosas lições para todos nós. Certo que em 2013 estaremos todos melhores do que fomos ontem e somos hoje. 

             O caminho da evolução é inexorável em todo Cosmo abundante de vida. Não faltam moradas espirituais e oportunidades para experienciarmos em nós o que nos é ausente para amarmos mais uns aos outros.
            
            Muita paz, saúde, força e união!
            Norberto Peixoto
            Eterno Aprendiz do Evangelho.
             

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google analytics