sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Empreendimentos de libertação espiritual


                 Jesus foi pobre e crucificado injustamente, mas não era merecedor de qualquer reajuste cármico; Buda, príncipe afortunado na corte de Kapilavastu, tornou-se um iluminado depois de trocar as vestes recamadas de pedras preciosas pelo traje de estame do pária hindu; Ramakrisna, filósofo de elevada categoria espiritual, mal sabia soletrar; Ramana Maharishi, cujos discípulos se extasiavam ao simples contacto de sua aura espiritual, vestia simples túnica de algodão apenas para cobrir-lhe os rins; Gandhi libertou a Índia, porém deixou de herança apenas um par de tamancos, um par de óculos e uma concha em que se alimentava. Pedro, o apóstolo, nasceu em humilde cabana de pescadores; Paulo de Tarso, o apóstolo dos gentios, consagrou-se no serviço do Cristo depois de trocar as gloríolas acadêmicas pelo traje pobre de tecelão.

            Inúmeros espíritos de escol realizaram os mais heróicos empreendimentos de libertação espiritual no mundo terreno, enquanto viviam em lares paupérrimos e suportando as dificuldades mais espinhosas no cumprimento de sua tarefa messiânica. Mas todos eles demonstraram pessoalmente a possibilidade de o homem cumprir os labores mais difíceis ou gloriosos em favor do progresso do mundo, mesmo quando destituído dos poderes políticos ou situado no seio da pobreza mais triste. Quase sempre, o espírito heróico e benfeitor é desapegado dos tesouros do mundo material, preferindo enriquecer-se com os bens definitivos do espírito imortal.

Ramatís - Mediunidade de Cura.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google analytics