terça-feira, 31 de julho de 2012

300.000 visualizações


Atingimos 300.000 visualizações. 
Nosso agradecimento a todos que elegeram o nosso site como meio de estudo.
Vejam as estatísticas ( clicar na imagem):



domingo, 29 de julho de 2012

O nascimento de "Avatares", ou de entidades de alto gabarito espiritual, como Jesus.


         Há muito tempo, os velhos mestres da Grécia já advertiam de que a "lei é dura, mas é lei". Isso demonstra a implacabilidade da justiça, às vezes, aparentemente impiedosa, mas cuja aplicação correta não visa qualquer punição deliberada, mas, apenas um modo disciplinador e benfeitor para o próprio delinqüente, numa ação profilática à sociedade.
De início, já é tempo de a humanidade entender que Jesus de Nazaré não é especificamente o Cristo, ou Deus, mas o sublime médium, o mais qualificado representante da Divindade na face da Terra, a fim de transmitir a mensagem libertadora do Evangelho. O espírito que conhecemos por Jesus de Nazaré, o melhor homem do mundo, viveu trinta e três anos sob a mais intensa atividade "psicofísica", a fim de esmerar-se até alcançar a hipersensibilidade para sentir o espírito planetário em si. Mas, por tratar-se de entidade de alto gabarito psíquico, Jesus despendeu mais de mil anos do calendário terreno, para conseguir reduzir a sua vibração e atingir uma freqüência compatível da organização carnal de um homem à superfície da Terra. O nascimento de "Avatares", ou de entidades de alto gabarito espiritual, como Jesus, exige a mobilização de providências incomuns por parte da técnica transcendental, medidas essas que ainda são ignoradas e incompreendidas pelos terrícolas. É um acontecimento previsto com muita antecedência pela Administração Sideral, pois do seu evento resulta uma radical transformação no seio espiritual da humanidade. Até a hora de espírito tão elevado vir à luz no mundo terreno, devem ser-lhe assegurados todos os recursos de defesa e assistência necessários para o êxito de sua "descida vibratória". 1

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Emanações etéreo-físicas dos despojos animais

         As emanações primárias e etéreo-físicas dos despojos sangrentos do animal não só impregnam a contextura energética do "duplo-etérico" do homem, como afetam o próprio perispírito e o excitam no atavismo residual das paixões que, na esteira do tempo, modelou a hereditariedade do organismo carnal. A ciência médica explica as tendências hereditárias e atávicas do homem; os psicoanalistas reconhecem a eclosão de certos complexos e recalques originados pelos ancestrais biológicos do ser. Malgrado tais influências ou fenômenos se processarem através dos genes e cromossomos responsáveis pelo metabolismo genético, o certo é que essa influência ancestral ou atavismo psíquico transmite-se e se prolonga do mundo "oculto do psiquismo para a descendência física humana! Em conseqüência, o espírito modela uma configuração "psicofísica" agradável, pacífica e coerente, quando também dispõe de um material" anátomo-fisiológico de boa qualidade; mas, se o atavismo animal o domina e o acicata pelos estímulos energéticos das paixões primárias, então as criaturas sob tal atuação podem gerar estigmas animalescos inconfundíveis.

quarta-feira, 25 de julho de 2012

O homem primário

          É razoável e compreensível que as espécies animais e os homens primários ainda se alimentem de vísceras sangrentas, pois isso é um fato decorrente do seu estado evolutivo e não pecaminoso. Enquanto o instinto animal agressivo domina o homem, é óbvio que o princípio espiritual superior ainda não possa impor a sua linhagem sublime. Aliás, o próprio conceito evangélico de que "a carne alimenta a carne e o espírito alimenta o espírito" confirma a distinção lógica de que o "alimento carnívoro" é afim ao homem mais carnal ou animalizado, enquanto o alimento vegetariano deve condizer com o homem predominantemente espiritual. Assim como os costumes do homem também melhoram conforme a sua posição social ou grau de hierarquia profissional, à medida que a alma progride, ela também deve ajustar as necessidades do seu vestuário de carne ao progresso espiritual já alcançado. 

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Você acredita em feitiço?


         Feitiço, sortilégio, bruxaria e enfeitiçamento significam operação de "magia negra" destinada a prejudicar alguém. Antigamente, a palavra feitiço ou sortilégio expressava tão-somente a operação de encantamento, ou no sentido benéfico de "acumular forças" em objetos, animais e seres humanos. 
         Daí, o feitiço significar, outrora, a confecção de amuletos, talismãs, escapulários e orações de "corpo fechado", cuja finalidade precípua era proteger o indivíduo.
       O feitiço é o processo de convocar forças do mundo oculto para catalisar objetos, que depois irradiam energias maléficas em direção às pessoas visadas pelos feiticeiros. 

domingo, 22 de julho de 2012

A Terra é um gigantesco corpo vital


       A Terra é um gigantesco corpo vital, com vida própria, espécie de poderoso magneto condensador, que recepciona não só as correntes vitais do Sol como as que se refletem no campo etéreo da Lua. Os fluxos de energias solares são positivos; passam pelo Norte, em direção ao Oriente-Ocidente; as correntes lunares são negativas e seguem do Ocidente para o Oriente, fazendo a sua passagem pelo Sol. Neste gigantesco intercâmbio de forças cósmicas, o vosso planeta fica no turbilhão, no vórtice desse cruzamento vital, e os seus reinos e seres sofrem as ações radiativas e astrais, que interpenetram e influenciam especificamente cada tipo de mineral, planta, flor, animal, ave ou ser humano. O papel do astrólogo estudioso e íntegro deve ser o de encontrar a relação entre as forças que provêm do Sol e da Lua, como, também, de outros astros, constituindo uma espécie de coquetel astrológico. Todos os acontecimentos que se reproduzem no campo material representam apenas os efeitos das causas internas e dos impulsos fundamentais, que primeiramente se reproduzem na "alma-vital" dos astros, das coisas e dos seres. Os fenômenos concretos que a ciência pode estudar e catalogar nos seus compêndios científicos não passam de efeitos daquilo que primeiramente se processou Da intimidade imponderável. As leis e as forças ocultas, embora ainda desconhecidas para os cientistas comuns, é que fazem eclodir os fenômenos perceptíveis à instrumentação científica e só então considerados positivos. Tudo se move das regiões etéricas interiores, para depois se configurar em aspectos materiais e fluxos de energias perceptíveis à experimentação do raciocínio humano. Nas regiões etéricas - denominadas de "registros akhásicos" – gravam-se desde a singela memória do homem, os moldes de todos os reinos da Natureza, até os gigantescos arquétipos dos sistemas de mundos. Todas as auras radiativas, etéricas ou astrais, dos orbes circunvizinhos à Terra, entram em relação contínua, interferem e se influenciam reciprocamente. Poderosas correntes de energias desconhecidas, cuja ação e origem ignorais, manifestam-se através do "éter-cósmico" e situam-se no vosso mundo. Então, tudo vive, agita-se, liberta-se ou se expande e, operando quais milagres, escapa à análise e à positivação comum.

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Lesando o organismo físico


          É de senso comum que quaisquer vícios do homem só podem ser extintos pelo próprio homem, e não por simples admoestações ou advertências! O homem viciado, cuja vontade é escrava do vício do álcool, só poderá integrar-se novamente na comunidade dos espíritos libertos desse estigma vicioso, depois de recuperar novamente o seu domínio mental, psíquico e físico. A libertação espiritual é processo que se forja de dentro da alma para fora, do espírito para a matéria, da mente para o corpo! O homem escravo do álcool só consegue retomar o comando do seu organismo, se agir tão impiedosamente contra si mesmo, tanto quanto é tiranizado pelo vício!

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Revelações da realidade psíquica do homem


Pergunta: - O álcool seria um elemento revelativo da realidade psíquica do homem? Há homens pacíficos e bem intencionados, que se tornam hostis, irritáveis e violentos sob a ação do álcool, pois revelam algo psíquico além de uma simples excitação nervosa emotiva!
            Ramatís: - Quantas criaturas tímidas, pacíficas, que jamais beberam, irritam-se e se desmandam em ofensivas insultuosas, quando alguém lhes fere o amor-próprio e lhes causa prejuízos inesperados? Isso demonstra que as qualidades como os defeitos do espírito não se evidenciam à flor da pele, mas se revelam de acordo com as circunstâncias e situações favoráveis ou desfavoráveis no intercâmbio das relações humanas. O homem ainda não se conhece a si mesmo; e por isso é primaríssimo no comando de suas emoções, vivendo mais as surpresas, as paixões e violências recalcadas quando provocado na sua personalidade humana!

domingo, 15 de julho de 2012

Estranha compulsão



        Estamos sujeitos ao sucesso e ao fracasso, porque nem tudo corre de acordo com a nossa vontade. As Leis Divinas agem de acordo com as necessidades evolutivas de cada ser e às vezes as lições amargas são o remédio para as almas necessitadas do corretivo que as colocará no rumo certo novamente.

               Charlote acordou no meio da noite, estava angustiada, e como sabia que não conseguiria mais dormir, resolveu levantar e foi até a cozinha. Precisava respirar e tomar um copo de água. Procurou não fazer nenhum ruído para não acordar os pais, pois com certeza eles iriam aparecer logo em seguida. Era sempre assim. Desde suas mais tenras lembranças. Sempre da mesma forma.
Estava tentando se controlar, mas sentiu um desejo, um impulso maior que suas forças e novamente repetiu o gesto de sempre, que tinha a característica incontrolável, precisa. Um verdadeiro ritual, repetido ao longo dos anos.
Sem poder resistir, pegou a chaleira e duas bacias grandes de alumínio, encheu de água e colocou no fogão para ferver. Correu até o armário onde sua mãe guardava as roupas de cama, mesa e banho e retirou apressada várias toalhas, de diversos tamanhos, dando preferencia às brancas. A seguir dobrou-as cuidadosamente, colocou em cima da mesa da cozinha e sentou-se esperando a água ferver, enquanto olhava nervosa para a janela.
Levantou-se diversas vezes e foi até a porta de entrada, pois lhe parecia que a qualquer momento poderiam chama-la.
E esta espera se prolongava por horas, até que a mãe vinha lhe avisar que a água estava secando e Charlote então acordava daquela espécie de transe ficando extenuada a ponto de ir deitar-se novamente, até recuperar o sono perdido.

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Durante o sono?!

         
       Há casos em que os espíritos, à noite, deixam o seu corpo físico no leito de repouso e durante o sono penetram imprudentemente nas regiões inóspitas do astral inferior, terminando por sofrer agressões de espíritos malfeitores ou vingativos, que se aproveitam de todas as circunstâncias e ocasiões propícias para se desforrarem dos encarnados.

quarta-feira, 11 de julho de 2012

"Encosto" de espírito atrasado

               
                 Advertimos, mais uma vez, que não pretendemos generalizar quanto aos métodos e providências espirituais disciplinadoras mais em uso pelos guias. Só quando falham todos os recursos pacíficos, eles então convocam certos espíritos amigos e obedientes, embora de graduação primária e de fluidos até mortificantes, para atuarem nos seus pupilos encarnados rebeldes, e reprimirem as suas atividades censuráveis.
            Infelizmente, ainda são raros os homens cuja conduta espiritual louvável lhes permite uma sintonia mais freqüente com as faixas vibratórias espirituais da intuição pura. A instabilidade mental e emotiva, que ainda é muito comum entre as criaturas terrenas, isolam-nas das intuições salutares dos seus guias; motivo por que ainda fazem jus à disciplina corretiva e drástica capaz de estorvar-lhes os impulsos pecaminosos.

segunda-feira, 9 de julho de 2012

Como Surgiu o Homo Sapiens



A manipulação energética dos seres estelares


       Na longa série dos antepassados do homem, a ciência atual já enfileirou figuras como o Australopitecus (há 5 milhões de anos), o Homo Erectus (aproximadamente 2,5 milhões de anos atrás) etc. Os mais novinhos são o Homem de Neanderthal (há cerca de 200 mil anos), e finalmente o Homo Sapiens, há uns 50 mil anos. Esses dois últimos conviveram por pouco tempo, e finalmente o Neanderthal, que já reinara sobre o continente europeu, desapareceu, e o Homo Sapiens continuou...
      Inicialmente acreditou-se que o Sapiens era uma derivação do Neanderthal. Mas a paleogenética deparou-se com um enigma ao comparar o DNA de um e de outro: eles não apresentam parentesco genético. Não são descendentes um do outro. De quem, então, o Homo Sapiens herdou o seu DNA?

domingo, 8 de julho de 2012

Informativo Ramatís 6 - ano 2

Amigos!

Eis o nº 6 do Informativo Ramatís!
Excelentes matérias:

- Como surgiu o Homo Sapiens- intervenção genética dos ETs
- Ramatís no ar - entrevista com o apresentador dos programas
- O suicídio entre os jovens - (cifras impressionantes)
- Refrigerante - você ainda toma?
- Aliviando o carma planetário
- VII Congresso Ramatís - palestras e palestrantes

E outras mais!
Se gostarem, divulguem...

Segue o link:

sexta-feira, 6 de julho de 2012

O que atrai os bons espíritos

       O que realmente atrai os bons espíritos é a conduta moral e a harmonia psíquica das criaturas; e não os recintos onde sejam realizadas as sessões mediúnicas. Mas não é muito conveniente efetuarem-se trabalhos mediúnicos no ambiente doméstico, salvo as reuniões de estudos evangélicos ou doutrinários espíritas, em intercâmbio com os espíritos benfeitores e esclarecidos. As vibrações da oração e o assunto sublime do Evangelho de Jesus são balsâmicos e confortadores, podendo beneficiar os próprios desencarnados aflitos e perturbadores, que ali compareçam sob o controle das entidades superiores. Os trabalhos mediúnicos liderados pelos temas evangélicos, no recinto doméstico, são do gosto dos espíritos bons, que tudo fazem para manter a harmonia e o entendimento cristão entre os seus moradores. Os próprios miasmas psíquicos que se enquistam durante o dia no ambiente do lar, atraídos pelos desentendimentos comuns da família, desintegram-se sob o impacto vigoroso da prece e da força crística que se evola do culto aos ensinamentos do Cristo-Jesus.

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Intercâmbio mediúnico com espíritos sofredores

           Assim como o amor, a ternura, a humildade ou a pureza emitem ondas e fluidos que balsamizam, aliviam e curam, também o ódio, a revolta, o sofrimento e o desespero lançam dardos que mortificam e abatem aqueles que ainda são vulneráveis em suas defesas magnéticas. Eis por que, depois dos trabalhos evangélicos no lar, onde os pensamentos se produzem sob o conforto espiritual da fé inspirada pelo sentimento amoroso do Cristo, o ambiente doméstico permanece saturado de emanações balsâmicas, que alentam os bons propósitos e sugerem os assuntos sublimes entre os seus componentes. No entanto, após as comunicações torturadas, de espíritos sofredores ou revoltados, pairam no ambiente os resíduos fluídicos das explosões deletérias e mórbidas, que fluem no transcurso do intercâmbio mediúnico com os espíritos angustiados ou violentos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google analytics