domingo, 29 de janeiro de 2012

A renovação do espírito enfermo

O principal objetivo  é unicamente a renovação do espírito enfermo, vítima do fanatismo ou da crítica antifraterna, para o que o seu guia considera de grande valia a enfermidade retificadora. É por isso que, à medida que certos enfermos vão piorando pela necessidade de se abrandarem no seu sentimento religioso exclusivista, em torno dos seus leitos de sofrimento físico ou psí­quico transitam médicos, curandeiros e homens de milagres, sem conseguir o êxito desejado. Depois, com o tempo, eles tanto acei­tam o exorcismo do vigário local, o benzimento da preta velha, a simpatia da comadre amiga ou as orações do pastor circunspecto, como também o passe do médium kardecista ou o trabalho do preto velho marcando o “despacho” na encruzilhada!

Ramatís - do livro FISIOLOGIA DA ALMA. 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google analytics