sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

O julgamento estreito


        Aos olhos dos maiorais da espiritualidade que zelam pelos processos evolutivos reencarnatórios, não existe o julgamento estreito a estabelecer sentenças de superioridade, de pior ou melhor, de imperfeito ou perfeito, primitivo ou evoluído. Assim como o mel de uma mesma floração mantém uniformidade nos índices de concentração de glisose e frutose, cálcio, cobre, ferro, magnésio, fósforo, potássio, entre outros componentes ativos, assim os homens, perante o Criador, são “vistos” em igualdade de amor, qual néctar de uma mesma flor, eis que no universo nada está errado e tudo caminha para a perfeição e harmonia. 

Ramatís - do livro "O Triunfo do Mestre"


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google analytics