CALENDÁRIO VERÃO 2018.

ENCERRAMENTO 2017

08/12/17 – 6ª Feira: Sessão Pública.

15/12/17 – 6ª Feira: Última Sessão Pública.

Calendário Verão 2018

Atenção: Janeiro e Fevereiro Sessões Quinzenais!

12/01/18 – 6ª Feira – Sessão Pública.

26/01/18 – 6ª Feira Sessão Pública.

09/02/18 – 6ª Feira – Sessão Pública.

23/02/18 – 6ª Feira – Sessão Pública.

09/03/18 – 6ª Feira – Sessão Pública.

domingo, 23 de janeiro de 2011

O Pensamento universalista de Ramatís


"Rejubila-te diante do labor doutrinário adverso ao teu modo de entendendimento, mas que coopera para a melhoria do homem. Eis os motivos por que não nos preocupamos em considerar esta ou aquela doutrina, esta ou aquela religião ou filosofia, como sendo a mais valiosa entre as demais do vosso orbe, em cujo panorama seríamos, então, mais um "novo intruso" no jogo atribulado dos problemas humanos"
Ramatís

Os propósitos de Ramatís com sua obra objetivam a aproximação crística entre os valores doutrinários de todos os indivíduos de boa vontade.
Considerando que o Cristo é um estado pleno de amor e de associação divina, radiosa fisionomia espiritual destituída de rugas sectárias, então é também princípio de nutrição cósmica para todas as almas, amor entre os seres e coesão entre as consciências.
Ramatís advoga que a verdade crística não pode ser segregada por ninguém; é um estado permanente de procura e de ansiedade espiritual, bem distante dos invólucros estandardizados das religiões tradicionais! Assim como uma gota d'àgua se perde na tempestade e um grão de milho é soterrado no celeiro,  assim qualquer sistema de crenças religiosas que se considere possuidor da verdade é apenas mais um concorrente entre os milhares de credos isolacionistas do mundo.
Por isso, Ramatís não é entidade exclusivamente devotada aos princípios de uma ùnica doutrina, pois evita a exclusividade que exalta os caprichos e as teimosias sectaristas e fazem mais de 60 anos conclama o dinamismo universalista da vida espiritual.

Nos dizeres de Ramatís: "Antes de irdes ao vosso centro, loja, oráculo, igreja, templo, terreiro ou instituição iniciática, reconciliai-vos com os vossos inimigos; antes da prece recitada em público, lamuriosa e poética, dedicai-vos tão abnegadamente aos vossos irmãos necessitados, de modo tal que nem vos sobeje tempo para orardes.
Não temais a abóbada da igreja católica, as colunas do templo protestante, o esforço do esoterista, a reunião do teosofista, os experimentos dos umbandistas, as lições da Yoga ou a cantoria dos salvacionistas.
Concorrei à lista para os pobres de todas as religiões, sem exclusivismo para com o vosso culto; atendei ao esforço do irmão que vos oferece a Bíblia em lugar do livro fescenino, e auxiliai a divulgação da revista religiosa que vos recorda Jesus; rejubilai-vos diante do labor doutrinário adverso do vosso modo de entender, mas que coopera para a melhoria do homem.
Aprendei que uma doutrina religiosa é sempre um meio e não um fim.
Eis os motivos por que não nos preocupamos em considerar esta ou aquela doutrina, esta ou aquela religião ou filosofia, como sendo a mais valiosa entre as demais do vosso orbe, em cujo panorama seríamos, então, mais um "novo intruso" no jogo atribulado dos problemas humanos.
O nosso desejo essencial é o de invocarmos os princípios crísticos que devem reunir todos os filhos de Deus.
Importa-nos resguardar a idéia-mater, principalmente as conceituações abençoadas do Evangelho de Jesus.
Não pretendemos aliciar adeptos nem criar fascínios para as nossas singelas idéias, mas apenas despertar real interesse para os efetivos valores espirituais, sendo inútil, pois, nos situarem neste ou naquele sistema filosófico ou doutrinário, pois não temos em mira aprovar ou reprovar postulados.
Identificado com trabalhadores do bem espiritual do vosso mundo, operamos através de médiuns, afastados de qualquer outro motivo que não seja um serviço desinteressado.
Não reclamamos distinções pessoais no conjunto laborioso dos servidores de Jesus, nem fazemos exigências proselitistas.
Daí nossa mensagem especial, que se destina aos seres de boa-vontade, avessos ao sectarismo e à exigüidade espiritual das afirmações intransigentes.
Já tendes maior alcance de pensamento e de consciência, graças aos tenazes esforços da ciência, às meditações dos filósofos e à evolução social, para compreenderdes melhor a realidade cósmica da Criação.
Chegastes à desenvoltura do vosso intelecto que, liberto da canga dos dogmas asfixiantes, exige, para o seu equilíbrio, um sentimento mais amplo do Amor,  que teve  em Jesus a mais brilhante refulgência na Terra".

Para saber mais de Ramatís e do universalimo deste espírito:


 


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google analytics