segunda-feira, 18 de março de 2019

POR QUE TEMOS QUE COLHER O QUE SEMEAMOS?



           O conceito de que devemos "colher conforme a semeadura" demonstra a existência de leis disciplinadoras e coordenadoras, que devem proporcionar o resultado efetivo conforme a natureza e intensidade da causa geradora de um efeito. Evidentemente, quem semeia "quiabo", jamais há de colher "inhame", assim como quem movimenta uma causa funesta também há de suceder-lhe um resultado funesto. O poder destrutivo de um projétil depende exatamente do tipo da intensidade da força que o impeliu. Todas as causas criadas, sejam no mundo material ou espiritual, atritam e movimentam forças que são o centro da eclosão de acontecimentos negativos ou positivos, censuráveis ou louváveis, em que o homem "sofrerá" em si mesmo o efeito nocivo ou benéfico da carga que ele mesmo acionou.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google analytics