quarta-feira, 30 de julho de 2014

Trazendo Pemba para salvar Filhos de Fé.


    Neste ponto e nos demais que analisaremos, encontram-se palavras convencionais que definem as características e os objetivos das falanges que representam, inclusive identificando a linhagem dos chefes ou pais que as governam. A primeira estrofe "quando eu venho da Aruanda", induz que o chefe da falange é "pai de segredo", pois vem do Céu ou da Aruanda, "trazendo pemba", ou giz, isto é, autorizado a escrever, salvar e alforriar os filhos da fé, ou filhos de terreiros, já disciplinados sob os ditames do bem ministrado pelas regras de Umbanda. Está claramente definido que o chefe vem "de quando em quando da Aruanda", lugar onde ele habita, para participar das falanges na condição de "pai de segredo"! 

Ramatís - A MISSÃO DO ESPIRITISMO / capítulo Espiritismo e Umbanda.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google analytics