CURSO UMBANDA PÉ NO CHÃO COM NORBERTO PEIXOTO.

O CURSO FOI PROVISORIAMENTE SUSPENSO PELO RECESSO CORONAVÍRUS. REMARCAREMOS FUTURAMENTE E TODOS OS INSCRITOS TEM SUA VAGA GARANTIDA.


CURSO UMBANDA PÉ NO CHÃO COM NORBERTO PEIXOTO.

- PRESENCIAL E GRATUITO.

O curso objetiva transmitir aos participantes uma consciência espiritual, dentro da tradição de oralidade da Umbanda de raiz; presencial, de boca a orelha. A palavra verbalizada é fundamento, conduz axé e um fluxo de consciência do espiritual para o material, do orientador para os “alunos”.

INÍCIO: dia 18 de março de 2020, encontros semanais, toda quarta-feira, com DURAÇÃO de 8 a 10 semanas.

HORÁRIO: das 20 h e 00 min às 21 h e 30 min (o portão de entrada abre às 19 h e 30 min).

LOCAL: Grupo de Umbanda Triângulo da Fraternidade

Rua Barão de Tramandaí, nº 23 – Passo d’Areia

Porto Alegre – RS

INSCRIÇÕES: somente 30 vagas e as inscrições serão presenciais em dia de Gira, na secretaria do Grupo de Umbanda Triângulo da Fraternidade, às sextas-feiras à noite, a partir do dia 28/02/20. Não faremos inscrições por email ou WhatsApp. É pré-requisito comparecer, se fazer presente para se inscrever. As aulas não serão gravadas nem transmitidas ao vivo.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

As aulas serão dinâmicas – o primeiro tempo de sustentação oral pelo facilitador e o segundo interativo com perguntas e respostas. Não utilizaremos recursos audiovisuais e não concederemos certificado. Os conteúdos estão no livro UMBANDA PÉ NO CHÃO. Recomendamos a leitura do livro para melhor aprendizado de cada aula, conforme o programa a seguir:

Origem e história da Umbanda: advento do Caboclo das Sete Encruzilhadas

Estrutura astral do movimento umbandista

O que são Orixás, Guias e Falangeiros

Formas de apresentação dos espíritos

As linhas de trabalho

As firmezas e tronqueiras

O cruzeiro das almas

A Curimba, os cantos e os toques – a música sacra de terreiro

Os preceitos

As consagrações

A convergência universalista da Umbanda

As influências e diferenças dos cultos africanos, da pajelança indígena,

do catolicismo e do espiritismo

O axé através da mediunidade;

Estrutura energética do homem, Carma e regência dos Orixás

Finalidade dos amacis e banhos de ervas

A importância do ritual, o espaço sagrado nos terreiros e sua diversidade de culto

O transe nos terreiros

A incorporação consciente

As diferenças ritualísticas e a formação da consciência umbandista

A união nas desigualdades; Religião, filosofia, ciência e arte

A magia na Umbanda; as dimensões física, etérica, astral e a movimentação

mediúnica de energias entre elas;

O fundamento dos elementos e dos condensadores energéticos: ar, terra, fogo e água, álcool, ervas, a fumaça, o som; as guias; os pontos riscados; a pólvora; as oferendas; a água;

Os fundamentos do congá (atrator, condensador, dispersor, expansor,

transformador e alimentador)

A sessão de caridade;

O preparo

O desenvolvimento mediúnico

O que se aprende nas sessões de desenvolvimento?

Os passes e aconselhamentos espirituais

Por que os Orixás não incorporam?

A desobsessão na umbanda

O que sãos Orixás?

Os sítios vibracionais dos Orixás

Alguns tipos psicológicos associados aos Orixás; Oxalá, Yemanjá, Xangô, Ogum, Iansã, Oxum, Oxossi, Nanã Buruquê, Omulu.


quinta-feira, 24 de abril de 2014

Seria o final dos tempos? Vó Benta.


PERGUNTA: VÓ Benta, o atual momento do planeta nos assusta. As pessoas parecem sentir prazer em se auto-destruir. Além de todos os vícios a que se submetem, o nível de suicídio tem aumentado assustadoramente. Seria o final dos tempos?

VÓ BENTA: Eh,eh,eh...nega veia tem se rir... O que é o final dos tempos? Nada finda na criação, tudo apenas se transforma, e,  graças a Deus, sempre para melhor. Até o fogo que queima a madeira, não finda com isso a vida da matéria, apenas a  transforma em cinzas e carvão que terão assim, outra utilidade.
    Os homens da terra, acuados pelos fantasmas que eles mesmos criaram ao longo dos tempos, agora tentam se refugiar na morte. Chegando até ela, se debatem em novo e penoso suplício.
      Nega véia afirma que “novos tempos” estão por vir, mas para que cheguem é preciso arrumar a casa. E quem está bagunçado, agora por exigência da própria vida, estará sendo chacoalhado, mexido em suas emoções e sentimentos para que saia da morosidade.
     Até então a humanidade se viu feliz em olhar para fora e exigir da vida todas as riquezas e prazeres a que se achava com direito. Findo esse ciclo ( do jardim da infância ) é hora de preparo para novo aprendizado. Os brinquedinhos agora transformados em ferramentas de trabalho, exigirá sabedoria para maneja-las.
     Morre o homem velho, o homem matéria para renascer o homem espírito, aquele que é a imagem e semelhança de seu Criador. Isso se assemelha a um verdadeiro “parto”. E parir dói.
Há que se pensar que poucos se prepararam para esse momento, e não estando em condições de compreender e aceitar as mudanças ( principalmente as internas), desesperam-se.
     Compreendam meus filhos, isso são ciclos contínuos que ocorrem no Universo para que possa haver evolução. Sempre haverá os renitentes que não querem aceitar e tentam boicotar o processo, agindo através daqueles que ainda não fortaleceram seu caráter.
     No mundo astral inferior, vivem inteligências que arquitetam no mal, as quais não interessa a evolução da humanidade, embora dela façam parte. São irmãos nossos, cujas consciências ainda dormem na escuridão da noite, mas que um dia acordarão. Esses, como nós outros, precisam de “médiuns” que lhes transmitam as idéias no mundo da matéria, encontrando sem muito esforço, os afins.
    A humanidade encarnada sempre teve livre escolha e não seria diferente quando separa-se o joio do trigo.

Médium Leni S.

TUVA-ERECHIM/RS.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google analytics