domingo, 20 de abril de 2014

Jesus não desejava nada do mundo e ja­mais temeu a morte.

      RAMATÍS - A vida de Jesus foi clara, sem sofismas ou hesitações, e não à maneira do homem, que se salienta sobre a massa humana, mas so-­fre as comprometedoras alternativas de hoje obrar como um santo e amanhã atuar como um demônio! Espírito da hierarquia de Jesus não possui duas facetas, não se turba nem se nivela ao conteúdo efervescente das paixões huma­nas, nem é vítima do descontrole das emoções indisciplinadas! Não se confunda a energia, a hombridade, a justiça, a estabilidade emotiva e a franqueza honesta de um anjo, atuan­do na carne, com as contradições que são fruto da perso­nalidade humana! Jesus não desejava nada do mundo e ja­mais temeu a morte; em conseqüência, não agia nem atuava no mundo material preocupado com respeito à sua pessoa. Pouco lhe importaria que Judas ou qualquer outro discípulo o traísse ou o levasse a qualquer espécie de morte! A sua linhagem espiritual tornava-o sempre acima das atitudes hu­manas a seu favor ou em seu desfavor, quer se tratasse de seus parentes, amigos, adeptos ou desconhecidos. Se exis-­tem homens inferiores ao Mestre Amado, que não se tor­nam melhores com o "elogio", nem ficam piores com a "censura", o que não seria Jesus, diante da fraqueza de um dis­cípulo, que já vivia perturbado pelas suas próprias emoções descontroladas e pelos ciúmes infundados?

Quanto aos homens que adjudicaram a si o direito ex­clusivo e a responsabilidade tremenda de divulgar a vida e a obra de Jesus de Nazaré, já é tempo de virem corajosa­mente a público, extirpar os evangelhos dos equívocos, extremismos, absurdos, melodramas, interpolações e imitações que comprometem, desfiguram e lançam a desconfiança sobre o Mestre Jesus — o Mentor Espiritual da Terra! Mesmo por­que é fácil o encontrarmos definido através de suas próprias palavras de sentido biográfico, quando falou assim: "Vinde a mim, todos vós que estais aflitos e sobrecarregados que eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei comigo que sou brando e humilde de coração e achareis repouso para vossas almas, pois suave é o meu jugo e leve o meu fardo" 

SUBLIME PEREGRINO.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google analytics