CURSO UMBANDA PÉ NO CHÃO COM NORBERTO PEIXOTO.

O CURSO FOI PROVISORIAMENTE SUSPENSO PELO RECESSO CORONAVÍRUS. REMARCAREMOS FUTURAMENTE E TODOS OS INSCRITOS TEM SUA VAGA GARANTIDA.


CURSO UMBANDA PÉ NO CHÃO COM NORBERTO PEIXOTO.

- PRESENCIAL E GRATUITO.

O curso objetiva transmitir aos participantes uma consciência espiritual, dentro da tradição de oralidade da Umbanda de raiz; presencial, de boca a orelha. A palavra verbalizada é fundamento, conduz axé e um fluxo de consciência do espiritual para o material, do orientador para os “alunos”.

INÍCIO: dia 18 de março de 2020, encontros semanais, toda quarta-feira, com DURAÇÃO de 8 a 10 semanas.

HORÁRIO: das 20 h e 00 min às 21 h e 30 min (o portão de entrada abre às 19 h e 30 min).

LOCAL: Grupo de Umbanda Triângulo da Fraternidade

Rua Barão de Tramandaí, nº 23 – Passo d’Areia

Porto Alegre – RS

INSCRIÇÕES: somente 30 vagas e as inscrições serão presenciais em dia de Gira, na secretaria do Grupo de Umbanda Triângulo da Fraternidade, às sextas-feiras à noite, a partir do dia 28/02/20. Não faremos inscrições por email ou WhatsApp. É pré-requisito comparecer, se fazer presente para se inscrever. As aulas não serão gravadas nem transmitidas ao vivo.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

As aulas serão dinâmicas – o primeiro tempo de sustentação oral pelo facilitador e o segundo interativo com perguntas e respostas. Não utilizaremos recursos audiovisuais e não concederemos certificado. Os conteúdos estão no livro UMBANDA PÉ NO CHÃO. Recomendamos a leitura do livro para melhor aprendizado de cada aula, conforme o programa a seguir:

Origem e história da Umbanda: advento do Caboclo das Sete Encruzilhadas

Estrutura astral do movimento umbandista

O que são Orixás, Guias e Falangeiros

Formas de apresentação dos espíritos

As linhas de trabalho

As firmezas e tronqueiras

O cruzeiro das almas

A Curimba, os cantos e os toques – a música sacra de terreiro

Os preceitos

As consagrações

A convergência universalista da Umbanda

As influências e diferenças dos cultos africanos, da pajelança indígena,

do catolicismo e do espiritismo

O axé através da mediunidade;

Estrutura energética do homem, Carma e regência dos Orixás

Finalidade dos amacis e banhos de ervas

A importância do ritual, o espaço sagrado nos terreiros e sua diversidade de culto

O transe nos terreiros

A incorporação consciente

As diferenças ritualísticas e a formação da consciência umbandista

A união nas desigualdades; Religião, filosofia, ciência e arte

A magia na Umbanda; as dimensões física, etérica, astral e a movimentação

mediúnica de energias entre elas;

O fundamento dos elementos e dos condensadores energéticos: ar, terra, fogo e água, álcool, ervas, a fumaça, o som; as guias; os pontos riscados; a pólvora; as oferendas; a água;

Os fundamentos do congá (atrator, condensador, dispersor, expansor,

transformador e alimentador)

A sessão de caridade;

O preparo

O desenvolvimento mediúnico

O que se aprende nas sessões de desenvolvimento?

Os passes e aconselhamentos espirituais

Por que os Orixás não incorporam?

A desobsessão na umbanda

O que sãos Orixás?

Os sítios vibracionais dos Orixás

Alguns tipos psicológicos associados aos Orixás; Oxalá, Yemanjá, Xangô, Ogum, Iansã, Oxum, Oxossi, Nanã Buruquê, Omulu.


quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

ORIXÁ REGENTE: do raio e das pedreiras de Xangô em 2014.




 
       
        Estamos às portas de um novo ano. Os anos se sucedem, trazendo à população terráquea uma egrégora bem formada pelas mentes humanas voltadas ao término de um ciclo e início de novo ciclo. Nós, umbandistas, nos voltamos às águas salgadas, levando a oferenda principal que são os nossos corações, isto é, a nossa essência verdadeira de vida, carregada de experiências positivas e negativas hauridas neste curso de aprendizado evolutivo, que é a reencarnação.
     Como dizia cada fim de ano é marcado pelo término de um ciclo, no qual os fatos, experiências, problemas, erros e vitórias nos acarretam eflúvios de amadurecimento experiente na demanda da felicidade experiencial. Deus, no Seu infinito amor, por meio de seus Raios Sagrados vibra sobre nós ao chamado de Jesus, com o aceno da caminhada para a vivência do verdadeiro amor que se concretiza no amor por si mesmo, pelo próximo e por Deus, como o Pai, que é a fonte única de beleza, paz e realização.
     Em cada, dia os Sagrados Orixás, que são os Ministros de Deus, sob a Luz amorosa de Jesus nos convidam a experienciar concretamente a dinâmica de reforma interior pela Fé vibrada por Oxalá; pela Renovação da Vida vibrada por Yemanjá; pela Lei de Deus vibrada por Ogum; pelo Conhecimento Esclarecedor vibrado por Oxossi; pelo Amor vibrado por Oxum; pela Transformação que nos purifica e redime vibrado por Obaluayê.
     Para a Umbanda Espírita Cristã, religião iniciática, em cada ano com seu ciclo de oportunidades e sedimentação da maturidade adquirida, vamos encontrar todos os Orixás a nos regerem por meio do amoroso apelo ao crescimento espiritual e fortalecimento de nossa vontade e coragem, para continuarmos a nossa caminhada.
     No entanto, como ocorre com cada espírito no seu trânsito encarnatório, cada ciclo anual tem um regente principal e dois regentes auxiliares que demarcam com suas vibrações o campo de vibração e atuação dos demais raios vibracionais. Seria o Eledá do ano. Esse regente é descoberto por nós a partir da Astrologia que nos aponta o Astro regente do ano. No caso atual, estamos prestes a entrar no ano de 2014, e o astro que estará nos céus regendo o transito desse ano é Júpiter. De acordo com a Umbanda iniciática Júpiter é o astro que brilha e atua sobre a vibração do 5º Raio, que é regido pelo Orixá Xangô.
     Assim, dizemos que Xangô será o Orixá regente do ano de 2014, com as vibrações auxiliares de Yansã e Oxalá.
     Busquemos, isto é o essencial, trabalhar nossas mentes e corações no sentido de reformar-nos intimamente a luz do Evangelho de Jesus, abrindo nossas vidas para o equilíbrio da razão que nos transportará para a harmonia interior. Xangô nos fala da Justiça, mas que justiça? A Justiça que o atributo desse quinto raio nos irradia é a justiça que emana de Deus. Irrevogável, sim. Mas, misericordiosa e compassiva a nos oportunizar sempre os meios de crescimento, aprendizado e maturidade, daí a existências das Leis benditas de Causa e Efeito e do Retorno preconizadas no Carma (movimento) de cada vida espiritual sobre o planeta.
      Do Raio e das pedreiras de Xangô, por meio da Força Ignea Elétrica, nos irradia suas vibratórias de segurança, firmeza e construção pela justiça que deve prevalecer em nossos pensamentos e nossos atos. Justiça de quem não julga, mas é justo ao compreender seus irmãos e respeitá-los. Justiça de quem abre o coração e a mente para a compaixão e o respeito para com seu irmão, seja ele quem for.
      Jesus no seu Evangelho Libertador nos fala da necessidade de abrirmos a vida para essa sagrada vibração quando nos diz: “Buscai em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua JUSTIÇA, e tudo o mais lhes será dado em acréscimo”.
      Portanto falar da Vibratória do ano, é falar da reforma intima à luz da vibratória, do Raio Divino, que cognominamos de Orixá, e esse ano de forma proeminente temos o quinto Raio, Raio de Xangô, cuja Linha de atributo é a Justiça e o Equilíbrio, coadjuvada com a vibratória do Equilíbrio das Emoção em Iansã e da Religiosidade e Fé em Oxalá.
      Sob o olhar amoroso e convidativo do Senhor Jesus, vamos ao encontro de 2014 com segurança, e na busca da vivência do amor divino, sob a égide da Justiça que é a Compaixão e Equilíbrio do racional e das emoções em nossas vidas.
     Pai Valdo
     (Sacerdote Dirigente do T. E. do Cruzeiroda Luz)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google analytics