segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Reencarnação: como estamos agindo?

     
     Até meados do século VI, todo o Cristianismo aceitava a Reencarnação que a cultura religiosa oriental já proclamava, milênios antes da era cristã, como fato incontestável, norteador dos princípios da Justiça Divina, que sempre dá oportunidade ao homem para rever seus erros e recomeçar o trabalho de sua regeneração, em nova existência.
     No entanto, o Concílio realizado em Constantinopla, no ano de 553 D.C, resolveu rejeitar todo o pensamento de Orígenes de Alexandria, um dos maiores Teólogos que a Humanidade tem conhecimento. As decisões do Concílio condenaram, inclusive, a reencarnação admitida pelo próprio Cristo, em várias passagens do Evangelho, sobretudo quando identificou em João Batista o Espírito do profeta Elias, falecido séculos antes, e que deveria voltar como precursor do Messias ( Mateus 11:14 e Malaquias 4:5 ).

     Quem são os que acreditam na REENCARNAÇÃO???

     O Número de pessoas que se declaram espíritas no Brasil passou de 2,3 milhões em 2000 para 3,8 milhões em 2010(IBGE).NO mundo EXISTEM  aprx. 13 milhoes de pessoas que se declaram Espiritas.(rev. ABRIL)
     Só o fato de acreditarmos na Reencarnação,  é suficiente ???

     É importante procurarmos entender as leis que regem a Reencarnação, como e por que ela ocorre, qual a sua finalidade e, principalmente, como saber aproveitá-la, do ponto de vista da nossa conciência Divina.. Mas o fato de se acreditar na Reencarnação não garante automaticamente o seu real aproveitamento, bem como  o não acreditar, não implica em estar desperdiçando-a. O que vai determinar o aproveitamento, ou não, de uma passagem terrena é conseguirmos alcançar uma ascensão, no minimo satisfatória, em nosso grau espiritual, ou seja, um aprimoramento nas nossas características pessoais, num trabalho de purificação e no cumprimento de nossa missão individual. 
     Uma das chaves para o aproveitamento de uma encarnação é procurarmos a clareza a respeito de que somos um Espírito ,e não só  um "corpo", que serve como seu veiculo de manifestação. O Espírito vem à Terra para aprender , crescer , purificar-se, concretizar sua evolução, e necessita de um "veículo" para manifestar-se no físico. Mas quando passamos  a acreditar que somos o"corpo físico" e, por conseqüência, aproveitamos  pouco a oportunidade de aprendizado.
    Portanto, o melhor esforço está no aperfeiçoamento próprio. É isso que importa, afinal de contas? A instrução é o tesouro da alma. Mas que aproveito tem o homem,em possuir um tesouro e não usa-lo corretamente.
O desenvolvimento da nossa acuidade espiritual faz brilhar a luz dentro de nós. Não basta ao homem espiritualizar-se. Ele deve aplicar e demonstrar a sua espiritualização. Viver é compartilhar.
     Allan Kardec escreveu "Reconhece-se o verdadeiro espírita pela sua transformação moral e pelos esforços que emprega para domar suas inclinações más."   

  Fontes de consulta:Evangelho Segundo o Espiritismo/Livro dos Espiritos/Portal do Espírito  


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google analytics