sábado, 21 de setembro de 2013

As criaturas que praticam o benzimento.

As criaturas que praticam os benzimentos são verdadeiros transformadores vivos, pois dissolvem o fluído do mal olhado ou da projeção mental a distância e malevolamente incrustrados na aura das crianças. Elas se ajustam muito bem no conceito dinâmico recomendado por Jesus: "Quem tiver fé como um grão de mostarda, removerá montanhas".
Em face da maldade predominante ainda no mundo primário terreno pelo entrechoque dos piores sentimentos de raiva, ódio, ciúme, perversidade e orgulho, o benzedor é um "oásis" no deserto escaldante do sofrimento humano! Ele cura bicheiras, levanta quebranto, alivia epilépticos, afasta mau olhado, acalma vermes, reza responso para descobrir aves e animais perdidos, defuma residências enfeitiçados, limpa a aura das criaturas contaminadas por maus fluídos, expulsa o azar da vida alheia, benze eczemas e impingens, conserta espinhela e arca caída de crianças recem-nascidas, benze de inveja ou de susto, faz simpatias que derrubam verrugas ou calos.
Mais vale a preta velha com galho de arruda, cheia de crendices e supertições invocando " Nosso Sinhô Jesus Cristo" para benzer o próximo e livrá-lo dos fluidos ruins, do que ALEXANDRE, CÉSAR,GÊNGIS KHAN, NAPOLEÃO, HITLER e todos os comandos militares do mundo, que esfrangalham corpos sadios e jovens, derramando sobre a face da terra o sangue generoso dos homens!
Mil vezes o inofensivo benzedor, humilde e analfabeto, que ajuda o homem desventurado a viver, do que o cientista, o general ou o lider político, que destroem a juventude do mundo sobre o massacre hediondo da guerra.
O caboclo inculto, pobre e ingênuo, prolonga a vida do próximo, enquanto as elites dominadoras do mundo, povoam os cemitérios de corpos trucidados. Felizes dos que se curvam ao benzimento supersticioso, que lhes ameniza a existência atribulada, do que aqueles que se subordinam ao gênio cientifico, que aperta um botão eletrônico e liquefaz milhares de criaturas sob o fogo desintegrador da bomba atômica!

Fonte: Ramatis - Magia de Redenção | Ed. do Conhecimento
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google analytics