sexta-feira, 15 de março de 2013

De que modo a carga enfeitiçante pode provocar certas doenças?

PERGUNTA: - De que modo a carga enfeitiçante pode provocar certas doenças, quando isso é de origem microbiana ou virulenta?
            RAMATÍS: - Assim como o fogo, à noite, atemoriza as feras e protege os caçadores, a aura humana, quando de freqüência sadia pelo seu elevado energismo prânico, também forma uma zona protetora em torno do homem, mantendo à distância a fauna mórbida de bacilos, vibriões, larvas e miasmas psíquicos invisíveis. Em virtude da relação muito íntima entre o duplo etérico e o sistema nervoso, qualquer ação exercida sobre a aura etérica repercute imediatamente sobre este e, simultaneamente, atinge o sistema endocrínico e a circulação sangüínea. Quando ocorrem frinchas ou rupturas na aura etérica embebida de prana muito pobre, isso então permite a invasão das espécies microbianas astralinas e enfermiças, com a conseqüente alteração no comando do sistema nervoso. Tais germens nutrem-se e fortificam-se penetrando na corrente sangüínea, não tardando em causar a desarmonia fisiológica e os surtos de enfermidades físicas. Obviamente, é a harmonia emotiva, mental e espiritual, que assegura a estabilidade orgânica humana e fortifica a aura vital contra as investidas perigosas do mundo astralino inferior.
            Enquanto as virtudes dinamizam o prana ou a vitalidade humana, os pecados baixam-lhe a qualidade e enfraquecem o tom defensivo, estabelecendo as condições mórbidas. Também os excessos glutônicos de mesa, alcoólicos e vícios degradantes, inferiorizam a rede prânica de sustentação energética na organização psicofísica do homem!

Do livro "Magia de Redenção".
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google analytics