CURSO UMBANDA PÉ NO CHÃO COM NORBERTO PEIXOTO.

O CURSO FOI PROVISORIAMENTE SUSPENSO PELO RECESSO CORONAVÍRUS. REMARCAREMOS EM BREVE E TODOS OS INSCRITOS TEM SUA VAGA GARANTIDA.


CURSO UMBANDA PÉ NO CHÃO COM NORBERTO PEIXOTO.

- PRESENCIAL E GRATUITO.

O curso objetiva transmitir aos participantes uma consciência espiritual, dentro da tradição de oralidade da Umbanda de raiz; presencial, de boca a orelha. A palavra verbalizada é fundamento, conduz axé e um fluxo de consciência do espiritual para o material, do orientador para os “alunos”.

INÍCIO: dia 18 de março de 2020, encontros semanais, toda quarta-feira, com DURAÇÃO de 8 a 10 semanas.

HORÁRIO: das 20 h e 00 min às 21 h e 30 min (o portão de entrada abre às 19 h e 30 min).

LOCAL: Grupo de Umbanda Triângulo da Fraternidade

Rua Barão de Tramandaí, nº 23 – Passo d’Areia

Porto Alegre – RS

INSCRIÇÕES: somente 30 vagas e as inscrições serão presenciais em dia de Gira, na secretaria do Grupo de Umbanda Triângulo da Fraternidade, às sextas-feiras à noite, a partir do dia 28/02/20. Não faremos inscrições por email ou WhatsApp. É pré-requisito comparecer, se fazer presente para se inscrever. As aulas não serão gravadas nem transmitidas ao vivo.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

As aulas serão dinâmicas – o primeiro tempo de sustentação oral pelo facilitador e o segundo interativo com perguntas e respostas. Não utilizaremos recursos audiovisuais e não concederemos certificado. Os conteúdos estão no livro UMBANDA PÉ NO CHÃO. Recomendamos a leitura do livro para melhor aprendizado de cada aula, conforme o programa a seguir:

Origem e história da Umbanda: advento do Caboclo das Sete Encruzilhadas

Estrutura astral do movimento umbandista

O que são Orixás, Guias e Falangeiros

Formas de apresentação dos espíritos

As linhas de trabalho

As firmezas e tronqueiras

O cruzeiro das almas

A Curimba, os cantos e os toques – a música sacra de terreiro

Os preceitos

As consagrações

A convergência universalista da Umbanda

As influências e diferenças dos cultos africanos, da pajelança indígena,

do catolicismo e do espiritismo

O axé através da mediunidade;

Estrutura energética do homem, Carma e regência dos Orixás

Finalidade dos amacis e banhos de ervas

A importância do ritual, o espaço sagrado nos terreiros e sua diversidade de culto

O transe nos terreiros

A incorporação consciente

As diferenças ritualísticas e a formação da consciência umbandista

A união nas desigualdades; Religião, filosofia, ciência e arte

A magia na Umbanda; as dimensões física, etérica, astral e a movimentação

mediúnica de energias entre elas;

O fundamento dos elementos e dos condensadores energéticos: ar, terra, fogo e água, álcool, ervas, a fumaça, o som; as guias; os pontos riscados; a pólvora; as oferendas; a água;

Os fundamentos do congá (atrator, condensador, dispersor, expansor,

transformador e alimentador)

A sessão de caridade;

O preparo

O desenvolvimento mediúnico

O que se aprende nas sessões de desenvolvimento?

Os passes e aconselhamentos espirituais

Por que os Orixás não incorporam?

A desobsessão na umbanda

O que sãos Orixás?

Os sítios vibracionais dos Orixás

Alguns tipos psicológicos associados aos Orixás; Oxalá, Yemanjá, Xangô, Ogum, Iansã, Oxum, Oxossi, Nanã Buruquê, Omulu.


quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Umbanda tem fundamento - fé raciocinada e não cega.

*MEDIUNIDADE, PALAVRA E RESPONSABILIDADE*

Nos dias atuais nos deparamos com a mediunidade comparada a uma grande feira, onde “cada um faz a sua oferta” e escolhe o que deseja maior comodidade para sua necessidade, seja ela de ordem física ou espiritual.

O bom senso é encoberto pela facilidade em se resolver determinada situação,
nunca primando da “forma” com que a mesma é feita. A palavra não passa mais pelo filtro da responsabilidade, muitas vezes sendo utilizada de forma profana em nome dos sagrados Orixás acreditando-se o interlocutor como porta voz dos mesmos.

Usam a palavra carregada de maldade, maledicência e acusação dizendo-se “cavalo” ou “médium” de guia “X” comprometendo na realidade o nome sagrado destes trabalhadores da luz e infelizmente o nome da Umbanda ainda tão mal compreendida.

Ofertas mirabolantes, resolução de problemas em “X” dias esquecendo-se e desrespeitando a lei de causa e efeito e comercializado o que deveria ser sagrado - ” A CARIDADE” -, visando na realidade somente interesse mesquinhos e
pessoais.

Felizmente a Providência Divina age no “silêncio da águia” e as “máscaras começam a cair”, trazendo a tona a mentira e colocando cada qual diante da sua responsabilidade, diante do “solo que semeou”, pois a hora da colheita já esta anunciada.

Mediunidade não é sinônimo de bagunça, medo ou ameaças. Mediunidade é sinônimo de ESTUDO, DISCIPLINA e BOM SENSO.

A palavra quase sempre carrega o espelho que temos dentro de nós, sendo assim, quem ameaça, acusa e semeia mentira, carregará o fardo de sua responsabilidade e responderá em vida ainda pelos seus atos.

Postes não são Templos de Umbanda!

Amarrações, não são trabalhos de caridade e sim de ilusão barata, ligados a seres inferiores

Ninguém é Deus, para mudar o destino da vida de uma pessoa em “X” dias.

Só se evolui aprendendo e se aprende com estudo sério, fé raciocinadacaminhando para frente. Mediunidade, não é medo, ameaça ou instinto de vingança.

Mediunidade, pode ser comparada com caridade!

Espírito não precisa de trocados para fazer a caridade, pois esta é seu melhor investimento.

Umbanda tem fundamentos e é preciso preparar, completamos esta frase lembrando a parábola da porta estreita. Realmente para aprendermos os fundamentos sagrados da Umbanda, precisamos passar por esta porta estreita
todos os dias, lutando contra estes que se dizem “porta vozes” de Orixás, mas nada mais são do que marionetas das trevas, iludindo mentes e corações despreparados e ambiciosos.

Filhos, é preciso termos uma fé raciocinada e não cega!

“Muitos são os chamados, poucos os escolhidos….” Por que muitos confundem mediunidade com “facilidade” quando mediunidade encerra em si responsabilidade, amor, caridade e renovação de espírito….

*Caboclo Pedra Roxa*

Psicografada por GÉRO MAITA
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google analytics