CALENDÁRIO VERÃO 2018.

ENCERRAMENTO 2017

08/12/17 – 6ª Feira: Sessão Pública.

15/12/17 – 6ª Feira: Última Sessão Pública.

Calendário Verão 2018

Atenção: Janeiro e Fevereiro Sessões Quinzenais!

12/01/18 – 6ª Feira – Sessão Pública.

26/01/18 – 6ª Feira Sessão Pública.

09/02/18 – 6ª Feira – Sessão Pública.

23/02/18 – 6ª Feira – Sessão Pública.

09/03/18 – 6ª Feira – Sessão Pública.

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Sou cristão ou crístico?


                 
               O homem cristão é um seguidor da doutrina cristã baseado na vida e no Evangelho divulgado por Jesus de Nazaré, no advento do Cristianismo. Enquanto o homem cristão ainda se exterioriza na defesa de uma crença ou seita de sua simpatia, seja Catolicismo, Protestantismo, Adventismo, Umbanda e, mesmo, Espiritismo, que não é doutrina sectária. O homem crístico, pelo seu espírito sem definições particularizadas ou preferências religiosas, absorve e catalisa em sua intimidade a essência interior do seu Cristo, ou Arcanjo Planetário, cujo estado espiritual abrange todo o orbe e até as constelações. O Amor Cósmico de Deus manifesta-se através dos seus arcanjos e anjos, na voltagem sideral adequada às humanidades encarnadas e sob o aprendizado espiritual. Os arcanjos atuam no sentido de plasmar a Luz Criativa da Vida Cósmica, de acordo com as necessidades do consumo dos orbes e sistemas planetários. Assim, quando os marcianos, jupiterianos, saturninos ou terráqueos já estiverem vivendo em si mesmos o amor do seu Cristo Planetário, cuja segunda vinda é através da "via interna" do coração, eles serão homens crísticos, cujo amor é um fluxo incessante sem fronteiras ou separação.

            Enquanto o homem crístico se transforma na miniatura da manifestação do Amor Cósmico de Deus, que ele concentra em si através do seu Cristo Planetário, vivendo esse princípio sublime acima de quaisquer simpatias, participações, preferências religiosas ou espiritualistas, o homem cristão ainda é um diferenciado no orbe. Em verdade, ele se move e age sob o controle remoto de sua crença, doutrina ou filosofia espiritualista, cujas ações e reações espirituais só decorrem através do filtro específico, mais ou menos extenso do credo que cultua e condicionou-se. Vive de modo a não ultrapassar o pensamento, a opinião ou concepção avançada dos seus sacerdotes católicos, pastores luteranos ou adventistas, líderes umbandistas ou espíritas. Ele ainda se diferencia frontalmente do muçulmano, budista, mosaísta, taoísta, confucionista, bramânico, hermetista, hinduísta ou tibetano, pois considera os postulados religiosos ou espiritualistas a que se simpatiza e cultua, como os mais certos e verdadeiros.

Ramatís - O Evangelho à Luz do Cosmo.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google analytics