No terreiro de Umbanda:

No terreiro de Umbanda:
"No terreiro de Umbanda todos são iguais e os assistentes não devem dar vazão às aparências do mundo profano na busca de sua espiritualização. Assim, quem frequenta um terreiro da Divina Luz jamais terá a oportunidade de identificar no corpo mediúnico, estando seus membros vestidos todos de branco, eventuais ou supostas diferenças intelectuais, culturais e sociais, tal como não podeis visualizar as cores das penas de um bando de araras voando. Não importa se por trás da roupa branca sacerdotal se encontra o advogado, o arquiteto, o militar graduado ou o diplomata, um rico empresário ou um simples camelô, a funcionária concursada ou a empregada diarista, todos estão ali reunidos em um mesmo espaço religioso, igualados na intenção de servir incondicionalmente os seus semelhantes como medianeiros de Jesus."
RAMATÍS - MEDIUNIDADE DE TERREIRO.

sábado, 1 de dezembro de 2012

Orixá regente 2013


        
           "É inegável que o ambiente pior ou melhor é sempre um ensejo oportuno para que se revele a índole psicológica e espiritual do homem, mas a verticalização do espírito há de ser conseguida essencialmente sob a influência magnética do sublime Evangelho do Cristo, e não através da verticalização da Terra ou da melhoria do ambiente físico. Entretanto - como a cada um será dado conforme suas obras - embora o indivíduo não se modifique sob a ação do ambiente exterior, é indiscutível a influência que sobre ele exerce o meio ambiente que vive, criando-lhe certos estados íntimos à parte, eletivos ao Evangelho."
Ramatís - Mensagens do Astral.

         Em 2013 teremos um planeta regente bem curioso, pouco conhecido porém muito estudado. O Planeta Regente de 2013 será Saturno, como consequência o Orixá que rege 2013 é o Orixá Obaluayê.
        O Planeta Saturno é um dos corpos celestes mais incompreendidos na Astrologia, pois representa tudo aquilo que diz respeito à nossa responsabilidade e às nossas obrigações, conosco mesmos e com a sociedade em que vivemos.
         Saturno é temido como se fosse um deus implacável e insensível, podando nossas expectativas e nossas esperanças. É preciso que olhemos para ele como um mestre mais idoso e mais severo, mas também com um componente de sabedoria e ponderação que nenhum outro planeta do panteão astrológico possui.

          Assim é com Obaluayê o orixá da Transformação, o grande alquimista necessário á evolução, regente da Linha dos Pretos-velhos e das Santas Almas.

     Embora, como nos ensinam os Mentores Espirituais, todas as Sete Sagradas Vibrações ajam e sejam necessárias a cada ciclo, ou ano como chamamos, sempre uma Vibração principal e duas auxiliares se sobrepõem á luz da ação magnética dos astros e das necessidades de oportunização evolutiva.
     Obaluayê, como regente do Ano, pede atenção redobrada no nosso processo evolutivo e transformador, pois o magnetismo deste ciclo anual favorece o amadurecimento seja pela compreensão racional e vivencial, seja pela dor e separações. Muito cuidado se deve ter com as propostas ilusórias das emoções em desequilíbrio e dos bens materiais.
      Em seu polo positivo, a vibratória de Obaluayê é consolidador dos projetos e representa o nosso lado mais realizador e empenhado em construir algo de sólido em nossa vida. Ele tem um papel importante também em tudo o que diz respeito à nossa vida profissional, à nossa carreira e ao espaço que ocupamos na sociedade com nossas atividades e nosso trabalho. É o tempo (“cronos”, o nome grego de Saturno). É fator fundamental na maturação de tudo o que esperamos na vida, portanto a paciência e a perseverança também são elementos indispensáveis para podermos extrair o melhor que Obaluayê pode nos oferecer.
     Obaluayê por ser o senhor da transformação mostrará que tudo, na Terra, precisa se transformar, e como consequência nós seres humanos estaremos mais suscetíveis a essas transformações, interiormente pelas nossas emoções em crise, em busca de maturidade e equilíbrio, como externamente, principalmente climáticas e telúricas, na área geológica com terremotos, erupções vulcânicas, tsunamis e temporais. Prevê-se um índice alto de erupções vulcânicas para o segundo bimestre do Ano de 2013.
     Apesar de Obaluayê ser o orixá do Carma e do Desencarne, 2013 será um ano mais passível pois é regido pela Razão enquanto 2012 foi regido por Iemanjá e sua grande Emoção.
     Como Vibratórias auxiliares no desenrolar do progresso do ano de 2013, temos Oxossi, como a força do conhecimento e, portanto, trazendo esclarecimentos e descobertas, nos convidando ao uso da razão na onda vibratória transformadora de Obaluayê; e Ogum, colocando sua espada, espada da Lei, a serviço do poder transformador de Obaluayê.
     Recebamos o ano de 2013 como mais uma oportunidade, mais um ciclo que se abre sob as bênçãos de Jesus, para que conquistemos o nosso ser interior e estabeleçamos o Reino de Deus em nossas vidas. Obaluayê é um convite á maturidade e decisão firme e coerente pelo essencial, Deus e as propostas espirituais de crescimento e evolução, cuja consequência será sempre a Paz e a Alegria - “Eu vos dou a paz, eu vos dou a minha paz, não como o mundo a dá, pois a paz que eu vos dou permanece para sempre.” (Jesus no Evangelho).

A pedra vibratória de Obaluayê é a Turmalina Negra.
A essência Vibratória é o eucalipto ou a Erva Cidreira.
A cor desta Vibratória é o preto e branco ou Roxo.
A saudação é “Atotô” = Silêncio (sinal de respeito à Vibratória Transformadora)

Que Jesus nos abençoe sempre!

Pai Valdo

LANÇAMENTO: MEDIUNIDADE DE TERREIRO.

LANÇAMENTO: MEDIUNIDADE DE TERREIRO.
Clique na imagem para comprar.

Sinopse:

Este guia de estudos é para todos os que praticam a mediunidade de terreiro e não encontram respostas satisfatórias que expliquem o que se passa em seu mundo íntimo. Composto por uma série de artigos inspirados por Ramatís, os textos nele contidos esclarecem a dinâmica umbandista, que embora não codificada está unida pela semelhança de conhecimentos disseminados no interior de seus terreiros. Temas controversos, como as experiências psíquicas anômalas, os desdobramentos astrais com relatos de contatos diretos com entidades do plano suprafísico, as falsas “obrigações” de trabalho, os métodos de indução ao transe mediúnico, a fisiologia oculta da degradação do perispírito de entidades exiladas para outros orbes, e a atuação de extraterrestres nos terreiros, são desvendados de forma clara, ao estilo didático de Ramatís, que praticamente dialoga com o leitor, visando a minorar o problema do preconceito e da ignorância acerca das potencialidades psíquicas dentro dos terreiros, muitos dos quais dominados pela fascinação coletiva, fé cega e obrigações subjugadoras.

Mediunidade de Terreiro compartilha ainda experiências sobre a atuação técnica dos mentores nas reconstruções extrafísicas e saneamentos do Umbral inferior, detalhes do Hospital da Metrópole do Grande Coração, descrevendo um desencarne com assistência espiritual, e desvenda os motivos da rejeição às religiões que realizam rituais para induzir aos estados alterados de consciência, deixando muito claro que o êxito de qualquer trabalho mediúnico está nos objetivos elevados de seus integrantes. Leitura imprescindível, reflexão necessária para os adeptos universalistas!

Aromaterapia com florais no facebook:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google analytics