CALENDÁRIO VERÃO 2018.

ENCERRAMENTO 2017

08/12/17 – 6ª Feira: Sessão Pública.

15/12/17 – 6ª Feira: Última Sessão Pública.

Calendário Verão 2018

Atenção: Janeiro e Fevereiro Sessões Quinzenais!

12/01/18 – 6ª Feira – Sessão Pública.

26/01/18 – 6ª Feira Sessão Pública.

09/02/18 – 6ª Feira – Sessão Pública.

23/02/18 – 6ª Feira – Sessão Pública.

09/03/18 – 6ª Feira – Sessão Pública.

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Diferenças entre atendimento presente e à distância


     
         No primeiro caso, das operações "diretas", os técnicos desencarnados utilizam o ectoplasma do médium e também os fluidos nervosos emitidos pelas pessoas presentes; e esta aglutinação polarizada sobre o enfermo presente possibilita resultados mais eficientes e imediatos. Mais adiante estudaremos, em detalhes, a técnica do processo "direto". Agora vamos referir-nos às operações mediante fluidos projetados a distância.
Neste processo, os espíritos operadores procuram reunir e projetar sobre o doente os fluidos magnéticos emitidos pelas pessoas que se encontram reunidas a distância, no centro espírita. Porém, tratando-se de fluidos bem mais fracos do que os do ectoplasma fornecido pelo médium de fenômenos físicos, são submetidos a um tratamento químico especial pelos operadores invisíveis a fim de se obterem resultados positivos. Mesmo assim, os fluidos transmitidos a distância servem apenas para as intervenções de pouco vulto, pois sendo fluidos heterogêneos exigem a "purificação" que referimos. Há, porém, outros fatores que se refletem na "corrente" e impedem que a sua eficácia seja tão segura como a obtida pelas intervenções "diretas". É que, a muitos desses voluntários "doadores" de fluidos, falta a vontade disciplinada e a vibração emotiva fervorosa, que potencializam as energias espirituais. Também, alguns deles não gozam boa saúde, fumam em demasia, ingerem bebidas alcoólicas em excesso, ou abusam de alimentação carnívora.
       Aliás, nos dias destinados a esses trabalhos espirituais, os médiuns deveriam submeter-se a uma alimentação sóbria, porquanto, depois de uma refeição lauta e, por vezes, indigesta, o indivíduo não tem disposição para tomar parte numa tarefa que exige segura concentração mental. E justamente, para neutralizar, em parte, os inconvenientes que deixamos apontados, é que os fluidos de tal ambiente têm de ser purificados ou "curtidos" pelos técnicos siderais.
Em trabalhos de tal natureza, a boa intenção não prescinde de conhecimento, prudência e sensatez como requisitos fundamentais para o seu sucesso. Muitos freqüentadores de tais sessões e certos médiuns comodistas supõem que é bastante agruparem-se em tomo da mesa dos trabalhos, para jorrarem de si os fluidos de eficácia terapêutica.
Igualmente, para suprir as deficiências que referirmos, os espíritos benfeitores não se limitam a utilizar os fluidos terapêuticas dos "espíritas"; eles também se socorrem das vibrações espirituais dos fiéis de outras crenças ou religiões, quando os encontram reunidos nos seus templos, irmanados em preces, cânticos ou devoções. E, desta forma, eles conseguem aglutinar um potencial de fluidos sadios, em condições de produzirem resultados benéficos mais seguros a favor dos enfermos a distância.

Ramatís - Mediunidade de Cura

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google analytics