segunda-feira, 5 de março de 2012

A Terra é um planeta carmicamente inferior

               A Terra é uma escola de educação espiritual ainda da série primária, portanto, um planeta de carma, sobretudo, corretivo, ou seja, de finalidade purificadora. É um orbe de natureza física instável, sujeito às inundações, tufões, secas, frio e calor extremos; suas florestas são povoadas de insetos, répteis de toda sorte, de animais perigosos e selvagens, enquanto todo o meio ainda é poluído de germens patogênicos nas imensas regiões pantanosas, ou de depósitos de detritos humanos, provocando o envenenamento químico do próprio ar na evasão de gases nauseabundos. Em conseqüência, geram-se epidemias mortais ou de efeitos deformantes, com a proliferação de vírus e ultravírus, além dos intempestivos acidentes geográficos, que não permitem uma vivência de absoluta tranqüilidade.
            Na sua composição primária, e para efeito de polimento espiritual, os vulcões são verdadeiras válvulas de pressão da massa ígnea interna, e geram tragédias lamentáveis entre os povos, cujos espíritos muito endividados situam-se justamente nas áreas vulcânicas ou de instabilidade geológica. Os pólos, atualmente sem serventia para uma produção nutritiva, serão no futuro uma espécie de reservatório, em que o gelo conserva as terras nutritivas para serem expostas ao sol no próximo milênio, após a verticalização profética da Terra.
            Assim como as escolas primárias do mundo são destinadas aos alunos incipientes, analfabetos e rudes, o planeta Terra é o lar físico de espíritos primários, defeituosos e rebeldes, cujo conteúdo psíquico ainda bruto como o diamante extraído do solo, principia a ser desbastado para a louvável escultura do futuro brilhante espiritual.
            O Alto seria bastante incoerente, caso povoasse a Terra, que é um curso primário espiritual, com entidades de alto gabarito e de melhor freqüência sideral. Assim como a lixa amacia a madeira do tampo da mesa rústica, o ácido limpa a vidraça gordurosa ou o calor apura o ferro até a condição louvável de aço mais resistente, um planeta como a Terra serve para desbastar as arestas grosseiras dos espíritos aí encarnados e prepará-los para outras vivências mais sublimes.


Ramatís - do livro O EVANGELHO À LUZ DO COSMO
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google analytics