segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Aceitação, o inicio da transformação


           YEMANJÁ = É a energia que flui , a essência da DOAÇÃO , da harmonia , da vida em perfeito equilíbrio com a natureza , que espera com paciência , em seu próprio ritmo. Na vibração do amor , tudo se harmoniza e permite que vejamos e ACEITEMOS as pessoas como realmente elas são.( pag.239 Umbanda de A a Z)
Diante de todas as contrariedades da vida , somos condicionados a lutar, a esbravejar, a brigar, por isso a aceitação nos é tão difícil.

A nossa tendência natural é resistir , não aceitar , combater tudo o que nos contraria e o que nos gera sofrimento. Dessa forma prolongamos a situação. Resistir só nos mantem presos dentro da situação desconfortável  , muitas vezes perpetuando e tornando tudo mais complicado e pesado.
A primeira impressão que temos quando ouvimos ou pensamos em aceitar , seja uma pessoa, um fato ou uma circunstancia é de que estaremos nos submetendo ou nos subjugando, desistindo de lutar , sendo fracos. A revolta , a depressão , a drogadição, o suicídio são exemplos de situações que a não aceitação pode nos levar.
É difícil aceitar uma perda material ou afetiva; uma dificuldade financeira; uma doença; uma humilhação; uma traição.  
Aceitar não é fazer as coisas voltarem a ser como eram. Aceitar não significa estar feliz e contente com os acontecimentos. Aceitar não é aprovar o ocorrido. Mas significa estar aberto as mudanças , a rever referencias e formas de perceber e agir. Quando isso ocorre saímos do papel de vitimas das circunstancias , para podermos realizar com disposição as mudanças que precisam ocorrer.
Aceitar não é desistir , é estar lúcido do momento presente e se assim a vida se apresenta, assim deve ser. Tudo esta coordenado pela lei de ação e reação.
Aceitar é expandir a consciência e encontrar respostas, soluções, alivio. Aceitar é o que nos leva á fé.
É nossa atitude saudável diante da vida. Quando eu aceito as coisas como elas são , eu resgato minha força e poder de transformar .
A aceitação é um ato de força interior , sabedoria e humildade , pois existem inúmeras SITUAÇÕES QUE NÃO ESTÃO SOBRE NOSSO CONTROLE.
O encarar e aceitar a dificuldade que estamos vivenciando é o primeiro e decisivo passo para que as mudanças ocorram . Nos dias de hoje , deixar de aceitar a realidade é abdicar do direito de fazer escolhas conscientes . Aceitar a realidade é como ingressar num rito de passagem , deixar o velho e ingressar no novo. A aceitação é um presente que nos convida a agir a mudar a se transformar.

Fonte: texto de Ana Cristina Pereira , Livros Umbanda de A a Z - A Ascenção do Espírito de A a Z / Ramatís - Ed. do Conhecimento.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google analytics