CALENDÁRIO VERÃO 2018.

ENCERRAMENTO 2017

08/12/17 – 6ª Feira: Sessão Pública.

15/12/17 – 6ª Feira: Última Sessão Pública.

Calendário Verão 2018

Atenção: Janeiro e Fevereiro Sessões Quinzenais!

12/01/18 – 6ª Feira – Sessão Pública.

26/01/18 – 6ª Feira Sessão Pública.

09/02/18 – 6ª Feira – Sessão Pública.

23/02/18 – 6ª Feira – Sessão Pública.

09/03/18 – 6ª Feira – Sessão Pública.

sábado, 31 de dezembro de 2011

Reflexões 2012



"Certos de que Deus sabe o que faz, cingi-mo-nos às suas diretrizes e não às dos homens. Não opomos dúvida quanto à urgente necessidade da singela evangelização da criatura terráquea, a fim de poder enfrentar galhardamen­te os momentos dolorosos de que se aproxima o vosso mundo." 
RAMATÍS - Mensagens do Astral

É fundamental consagrar a revolução civilizacional da humanidade que aponta a Nova Era, um desafio ético-político que requer a participação de todos. Está sendo vivenciado um dos momentos mais lindos e esplendorosos da história da humanidade, e ao mesmo tempo um dos mais críticos da história do planeta, onde é necessário uma mudança profunda e radical de valores, crenças e paradigmas para evitar um já possível colapso ecológico.

O paradigma de que a competitividade e a sobrevivência do mais forte, do mais competente, é a lei da vida.


A crença negativa do velho mundo de que os grupos humanos para sobreviver devem praticar egoísmo, exclusão, discriminação, competitividade, exploração, aniquilação, só ter responsabilidade por pais, filhos, irmãos, família, tribo, e o resto que resolva de por si, terá que mudar.



De uma humanidade competitiva, concorrencial, biofágica e destruidora, temos que passar para uma humanidade cooperativa, associativa, solidária, que pratique a tolerância, a compaixão, a integração, a paz e o amor.

Desde a antiguidade se usa e abusa da natureza sem percepção do impacto que se provoca nela: se matam árvores; se destroem florestas, seja para o uso de sua madeira ou para a simples criação de monoculturas e criação de gado; se exploram minérios, pedras e cristais; se exterminam diversas espécies de vida animal e vegetal; se interfere irresponsavelmente no relevo da Terra; se contamina o ar, as águas, o solo; se esgotam os recursos energéticos, etc.

A humanidade não tem sido só cruel com a Natureza, mas também cruel consigo mesma. É de pasmar a violência com que os seres humanos se tratam entre si, quando divergem em seus interesses e crenças ou quando simplesmente só pensam em ganhar,  sem se interessar quem ou o que está perdendo. A história da Humanidade é cheia de guerras, chacinas e aniquilamentos, a vida cotidiana da maioria das pessoas sofre diversos tipos de violência.

Isto é uma realidade na atualidade, em todos os tipos de sociedades. A violência dentro da família, do casamento, dos relacionamentos é alarmante. A violência nas ruas, a competitividade no serviço, no trabalho. Temos que parar com este estilo de viver. Temos que nos conscientizar de que isto está levando o planeta à destruição.

Aconteça um novo pacto social entre os povos, tribos, famílias, indivíduos, uma nova aliança em prol de Paz e Cooperação. Aconteça nova ética e política regida pelos princípios da Nova Era, permeados de amor, sabedoria, harmonia, honestidade, renovação, beleza, arte, compaixão, tolerância, adoração.

Iludidos pela sobrevivência pessoal, familiar, tribal, a vontade de poder e de dominação, se desenvolveu insuficientemente o sentimento de unicidade, solidariedade, compaixão. 

Que mude a forma de pensar, sentir e agir que fomenta a depredação!

Harmonia entre as necessidades pessoais e as dos grupos aos quais se pertence; entre a vontade e a ética pessoal e a vontade e a moral coletiva.


O paradigma da hegemonia do poder masculino e do consecutivo massacre do feminino


Por mais de 2 mil anos imperou o jeito masculino como necessidade histórica na expansão do humano pela superfície da Terra e a construção material da sociedade atual. Na atualidade, torna-se prioritário a necessidade do desenvolvimento e reconhecimento do jeito feminino de ser, como melhor forma de encarar os desafios e as questões emergentes que nos castigam.

Que se fomentem os encontros entre mulheres, em prol de que se conscientizem que devem exercitar o poder que lhes corresponde, o quanto antes possível.

Homens fiquem receptivos, humildes, flexíveis, desenvolvam os dons femininos. Quem insistir no machismo radical, seja homem ou mulher, se dará mal.

Os dons positivos masculinos devem ser dignificados e colocados em equilíbrio harmônico com os dons positivos femininos.

O paradigma de que segurança e estabilidade estão na posse, na propriedade e na acumulação

O padrão de estabilidade e segurança mudou, a dinâmica da realidade requer flexibilidade, capacidade de adaptação. O foco está na impermanência como estado natural. Devemos criar nova estabilidade, a partir da instabilidade. Acabou o equilíbrio fechado, os canais entre os diversos sistemas estão abertos, o único equilíbrio possível é dinâmico. O equilíbrio do passado só nos serve de referência.

O paradigma de que é fora onde se encontra Luz, Conhecimento e Amor.

A causa da maioria dos problemas está na decepção que se vive pela expectativa que se coloca em outras pessoas. A questão não está em que o fora ofereça ou não, o que se necessita, o fora é infinitamente generoso. A questão é que só se consegue assimilar o fora, quando se conscientiza que o fora já está dentro - Ame-se e receberá amor, entre em contato com seu mestre interior e aparecerão os mestres exteriores; entre em contato com suas riquezas, e aparecerão os tesouros.

Tome conta da sua vida, sinta-se responsável pela excelência de sua vida. O Universo conspira para que ela seja de prosperidade, bem estar, fortuna, alegria, saúde e amor.

No escutar interior você terá que distinguir entre a voz do Ego e a voz do Coração, a primeira é fria, oportunista, racional; a segunda é visceral, apaixonada, quente. Ambas têm sua utilidade e lugar.

Delicie-se com o jogo da vida.

Como viver com excelência nestes anos?

Vai revelar-se escancaradamente a rigidez, inflexibilidade, preconceitos, acomodações, defeitos de comportamento e emoções negativas em cada um. O devir tirará máscaras, desvendará as tramoias, conchavos, falsidades e falcatruas.

Logo que se descubram deficiências, precisa-se agir com humildade e rapidez, corrigir, em vez de perder tempo e energia com críticas, julgamentos, evasivas, justificações e apologias do erro. Aceite que é um processo e que é natural que erre, a questão é logo que perceber o erro, corrigir, melhorar, aprender.

Ser humilde e receptivo para perceber onde transformar, para sintonizar-se com as exigências dos novos tempos. Acreditar que o importante é crescer, transformar-se, entrar em sincronicidade positiva com a sabedoria do mestre ou mago interior e em sintonia com as forças da Natureza e do Cosmos.

Ser receptivo, quer dizer se esvaziar, receber com humildade, com agradecimento, com merecimento, com paciência, com deleite. Observe se quando alguém te abraça você consegue receber, e assim com todas as dádivas que a vida lhe oferece.

Cabeças lúcidas vão reinar, as ruins vão rolar

Perigo no ar... Se você está sentindo perigo, não é paranoia! A questão está em viver no perigo, como uma realidade natural. Aliar-se aos próprios medos, não há  jeito de fugir. Dialogar com os medos, entender as suas mensagens, mas deixar ao coração e ao espírito o comando. Enfrentando o medo, tornando-o seu conselheiro como diria o Mestre Yaqui Don Juan, você terá condições de entrar em contato com sua realidade interior e exterior, ganhará visão, conhecimento.

Compreendendo a situação, é aconselhável tomar atitudes, agir sintonizado na velocidade das oportunidades, e seguindo sua ética maior. Antes de agir pergunte a si mesmo se o que vai fazer é virtuoso, se não for, prefira mudar.

A gente planeja a vida, mas a vida se desenrola como ela quer

Todos nós viveremos mudanças a tal velocidade e intensidade, que é quase impossível prever em que direção se orienta a vida. Tenha seus sonhos, propósitos e metas claros, mas se mantenha o suficientemente solto e humilde para perceber os rumos que o tao traça para tua vida. De outra forma, as mudanças acontecerão com impacto imprevisível.

A chegada da Luz, é uma faca de dois gumes, que pode levar tanto ao paraíso como ao inferno

Na tERRA é natural ERRAR, a questão é perceber e se possível retificar.

É natural cometer erros e faltas. A questão é o que acontece quando se percebe erros e faltas. Fique atento para não dar passagem à culpa ou a condenação, mas  mantenha-se amoroso, tolerante, compassivo. Este é o caminho para ter a bênção de entrar em contato com o humano - a delícia de ser humano.

Os fenômenos que estão acontecendo no Universo, estão criando uma pressão energética suficiente para promover transformações positivas na expansão da consciência, mas se insistir no que sabe que é negativo a este movimento, não conseguirá lidar com a energia e entrará no desespero e no baixo astral.

Desenvolva-se espiritualmente, mas paralelamente é necessário a cura emocional. Muitos projetam em Deus os conflitos em relação ao papel de pai, assim como na  Natureza, os conflitos em relação à mãe. Habitualmente os trabalhos espirituais lidam com hierarquias e incluem relacionamentos com outros humanos. A hierarquia e os relacionamentos mexem com conflitos de personalidade, como a programação de personalidade na infância e os diversos traumas de criação.

É fundamental desenvolver a inteligência emocional e uma ética que permita viver na adoração e na consciência. Cada um tem que descobrir imediatamente seu grupo espiritual, assim como o jeito de trabalhar sua emoção.

Será que é possível evitar o colapso ecológico que está por acontecer no planeta Terra?

É próprio da Natureza seu caráter de polaridades. Ao mesmo tempo em que rege a associação, a interdependência, a complementariedade entre diversas formas de vida, rege o parasitismo, a concorrência, a oposição, o antagonismo, a destruição.

Ao mesmo tempo em que as forças da Natureza se manifestam a favor da vida, em momentos de fúria, ela destrói tudo e homenageia a Morte.

O perigo atual do planeta Terra, não é somente por causas naturais, mas sim devido à ação devastadora da humanidade nos poucos 15 mil anos de domínio da Terra, especialmente nos últimos 500 anos, com consequências irreversíveis causadas pela Revolução Industrial, pelo uso irresponsável dos recursos naturais e da energia, pela maneira em que as cidades se expandem e de uma maneira geral, pelo jeito que a Terra é ocupada e usada por todos e cada um de nós. Estamos na iminência de um colapso do planeta com devastação massiva da vida.

A Humanidade, na sua multiplicação e luta egoísta e desesperada pela sobrevivência, violentou todos os ecossistemas do planeta e o caos que isto gerou é tão grande, que é difícil imaginar uma solução, a não ser, se vinda de um Plano  Superior.

Torna-se necessário tomar medidas emergenciais para dar uma virada nesta situação de estresse planetário. Cada um pode colaborar com o que tiver de mais belo, virtuoso e gostoso.

Mais que entrar em paranoias de Fim de mundo e de caos ambiental, o lúcido é trabalhar o contentamento e a aceitação, viver um estado de celebração e adoração, que naturalmente o plano espiritual se manifestará com seu saber e poder, enquanto aqui na Terra o afeto, o carinho, o belo vai criar uma rede de acolhimento que liberta os corações amedrontados.

Sensitivos falam que toda esta situação é natural e prevista e que a questão está em desenvolver a paranormalidade, que vem quando o eu espiritual toma o comando da vida. Aí na hora da necessidade conseguiremos caminhar por cima das águas, atravessar paredes, respirar fumaça. Segundo eles o projeto humano para a Terra já previa esta situação limite do plano físico, e assim estamos aptos para poder sobreviver nele, tudo depende do acordar das potencialidades no caminho do Belo, do Bem e da Virtude, que assim seja.


Reino do amor: Netuno em Peixes


Com o trânsito recente de Netuno por Aquário se estabeleceu a rede do amor, unindo todos os corações na telepatia e na sensibilidade. Agora, com Netuno em Peixes esta rede será ativada na sua intensidade máxima. Todos ficaremos apaixonados uns pelos outros, o amor reinará em todos os relacionamentos.

Por cada coração vão transitar as emoções de todos os corações. Teremos que aprender a aceitar o destino de cada um, de outro jeito ficaremos empacados, identificados e sofrendo junto a cada desgraça. Aí esta um aprendizado imprescindível para entrar em rede. Conseguir aceitar a situação de vida de cada um, ainda que ela for muito boa ou terrível.

Aceitar, mas também agir no que estiver ao alcance.

A rede do amor ativada vai colocar cada um em contato com o mundo interior e a realidade dos outros. Quando não capta na telepatia, vê na TV ou é informado via net. A orgia das energias é uma realidade, resta aprender a cantar, dançar, saber levar no balanço gozoso da Kundalini e a prática do entendimento amoroso e a convivência com as diferenças no iluminado encontro do Aqui e Agora.

Ciência, espiritualidade, arte

A cada dia se fundem ciência, espiritualidade e arte. A linguagem da arte está por ser consagrada como a língua oficial. Desenvolva seus talentos artísticos, acorde e durma na celebração e na adoração ainda que esteja diante da sua Sombra.

Por Hector Othon
revisão: Gabriela Queiroz
Fonte http://astrothon2011e2012nastrologia.blogspot.com/

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google analytics