terça-feira, 6 de setembro de 2011

Eteriatria, uma proposta de trabalho prático

           Por Adriano Appel - médico e médium do Grupo de Umbanda Triângulo da Fraternidade.
     A sistemática dos trabalhos de Magnetismo/Eteriatria das terças-feiras tem  seguido os moldes dos demais dias de trabalhos do Triângulo da Fraternidade.
            Os consulentes que chegam neste dia tanto podem estar vindo pela primeira vez seja por conta própria ou encaminhados por algum dos outros dias de trabalho da casa quanto tratar-se de retorno de consulentes que vem em tratamento sequencial. Na primeira vez as pessoas recebem uma ficha de anamnese para preenchimento onde informarão histórico familiar e pessoal de doenças, tratamentos prévios ou atuais, cirurgias, hábitos de vida como fumo e uso de bebidas alcoólicas, bem como o motivo que levou cada um a procurar o atendimento. Esta ficha será avaliada no momento da triagem quando os dirigentes do dia conversam com os consulentes a fim de verificar a necessidade deste tipo de atendimento ou direcionar ao tratamento adequado. 


           
A condição e orientação formal aos consulentes é que mantenham normalmente os tratamentos com a medicina convencional que venham realizando e aqueles que não procuraram o atendimento médico são orientados a fazê-lo. Não é o objetivo deste trabalho substituir os tratamentos convencionais e sim ser uma frente de tratamento a mais que auxilie o consulente que tiver merecimento a ter minimizados os efeitos das doenças ou potencializadas as possibilidades de recuperação.
            Iniciamos os trabalhos sempre com uma palestra que aborda temas de saúde e espiritualidade com duração de aproximadamente 20 minutos a meia hora. Em seguida passamos para um momento de relaxamento e elevação dos pensamentos dos consulentes e corrente mediúnica, preparando o ambiente e as pessoas para o passe coletivo que acontece no salão, normalmente com uma dupla de médiuns para cada consulente. Este passe tem o objetivo de dispersar as energias negativas e equilibrar os consulentes para o magnetismo que ocorre na sequência. Entendemos que este magnetismo pelo passe age em um primeiro nível, de uma maneira geral, fazendo o preparo do consulente  para que energias desarmônicas não prejudiquem a receptividade dos mesmos ao trabalho.
             Após o passe, os consulentes são chamados pela ordem de chegada para o atendimento ou na sala de magnetismo onde trabalham 4 médiuns e o atendimento é feito com a pessoas sentada ou para magnetismo na maca localizada em frente ao ponto de força do Orixás Omolu e Nanã Buruquê, com a pessoa deitada , sendo o atendimento realizado por um grupo de 5 médiuns.
            Na sala de magnetismo costumamos atender todos que estejam vindo pela primeira vez  para que possam ir se acostumando com o tipo de energia trabalhada e ter suas próprias percepções de seu momento evolutivo e para que se conscientizem de que sua participação é fundamental no tratamento. Costumamos utilizar fundamentos de cromoterapia para possibilitar o equilíbrio e harmonização dos consulentes bem como direcionar o tipo de energia mais indicada para cada caso. É realizada uma contagem de pulsos e mentalização firme para viabilizar a diminuição da coesão molecular do duplo etéreo a fim de que a espiritualidade possa agir junto ao mesmo quando houver merecimento. Neste momento a ectoplasmia já ocorre em um segundo nível, ainda de maneira abrangente para harmonizar os centros energéticos de forma global mas já direcionando também para as queixas mais específicas. Muitas vezes os consulentes necessitam de vários atendimentos neste nível para que consigam estar receptivos a um magnetismo mais direcionado.
            Os atendimentos na maca sob a irradiação do ponto de força de Omolú e Nanã trabalham na maioria das vezes com  o magnetismo direcionado para a patologia específica, podendo ser considerado um terceiro nível de ectoplasmia.
            A programação da continuidade e duração dos atendimentos depende do tipo de problema, postura do consulente frente aos atendimentos, evolução do caso e resposta da patologia ao tratamento tanto convencional quanto espiritual. Este planejamento depende do bom senso e intuição dos dirigentes e também do depoimento dos próprios consulentes no decorrer dos atendimentos.
            Nos casos de problemas de saúde mais simples orientamos uma sequência de pelo menos 3 atendimentos para que se propicie a mudança de atitudes mínimas do consulente frente ao problema, o que é possível alcançar somente com a frequência ao ambiente templário sob irradiação da egrégora espiritual, associado a vontade de mudança por parte do consulente.
            Os casos de doenças crônicas ou de pior prognóstico procuramos manter vinculados por um período de 7 atendimentos. Passado este tempo, com exceção daqueles casos graves em que a doença esteja pouco estabilizada e que se beneficiam mais nitidamente do magnetismo , procuramos dar “alta” para que a pessoa comece a reagir sozinha e não transforme o dia de atendimento em uma muleta psíquica , negligenciando a necessidade de sua participação ativa no processo de enfrentamento da doença.
            Como em todos os tipos de atendimentos espirituais, percebemos um número elevado de consulentes que comparecem uma única vez movidos possivelmente pela curiosidade, outros provavelmente não retornem por se decepcionarem pela falta de “axé” do trabalho uma vez que almejem resultados imediatos e milagrosos. Alguns não conseguem manter o comprometimento pessoal de persistir frequentando o número de vezes que foi orientado e abandonam após alguns atendimentos. Porém um número expressivo frequenta com a convicção de persistir conforme orientados, mentalizando com fé os resultados e confiando no auxílio da espiritualidade.

            Tendo em vista ainda estarmos com pouco tempo de evolução dos atendimentos que iniciaram em 14/06/11, os casos de doenças crônicas tais como hepatite C, câncer de colo uterino, câncer de mama, HIV com baixa imunidade, artroses, degeneração de coluna, Dç. de Alzheimer, psoríase, alterações de tireóide e outras ,ainda não possibilitaram uma reavaliação do ponto de vista médico para que tenhamos uma estimativa de melhoras terapêuticas.
            Temos tido uma procura muito grande de consulentes em busca de estabilização de problemas emocionais e equilíbrio do ponto de vista energético. Destes são realizados diversos encaminhamentos para a triagem do atendimento de apometria da casa, normalmente após 1 ou 2 atendimentos de magnetismo ou já na triagem quando são detectados casos evidentes de obsessão , magia ou mediunidade desequilibrada. Muitos também são orientados a frequentarem as giras de caridade, para que participem das palestras, ritual do fogo e passe ou consulta com as entidades. Percebe-se também que os casos com fundo psiquiátrico ou psicológico tem uma evidente melhora após 2 a 3 atendimentos de magnetismo, com depoimentos muito positivos dos consulentes quanto a melhora em relação a estabilização do humor, padrão de sono e diminuição de sintomas de ansiedade.

            Casos atendidos:
1.      Consulente de 49 anos com obstrução da veia femoral da perna direita e indicação cirúrgica, sem uso de medicação por não haver possibilidade de melhora. Encaminhada por entidade da casa em dia de sessão de caridade. Submetida a 3 sessões de magnetismo na maca , retornou na quarta semana relatando haver realizado nova ecografia venosa da perna e sendo constatado que a obstrução havia desaparecido. Cirurgia suspensa. Alta definitiva após a  5º sessão de magnetismo.
2.      Consulente de 36 anos com quadro de sinusite e otite complicadas sem melhora com uso de medicação já há 15 dias. Intensa congestão de vias respiratórias. Submetido a dois atendimentos de magnetismo na sala e um na maca com alta após o terceiro referindo melhora total dos sintomas e normalização do quadro.
3.      Consulente de 66 anos, cardiopata, história de perda de 1 pulmão anteriormente e com queixa atual de arritmias cardíaca e doença pulmonar obstrutiva cronica. Atendido em 3 sessões de magnetismo com referencia de piora na sequencia e abandono dos comparecimentos.
4.      Consulente de 51 anos, obesidade severa, com quadro de deficiencia circulatória grave das pernas. Compareceu em 2 atendimentos tendo abandonado após orientação reiterada da necessidade de dedicar-se com afinco a diminuição de peso.

            Por estas descrições podemos observar que não existe uma relação direta da melhora do quadro com a patologia e sim com a postura do consulente frente a necessidade de mudar seus comportamentos e postura perante a vida, além de esforçar-se em fazer a sua parte com relação a doença, não deixando simplesmente mas mãos do plano espiritual.

            Percebemos que muitos vem ao atendimento esperando curas milagrosas, cirurgias espirituais, manifestação de mestres ou médicos do astral. Existe uma dificuldade na compreensão de que o grupamento mediúnico é tão somente um instrumento que através da doação de ectoplasma possibilita a intervenção do plano espiritual no duplo etéreo daqueles que tem merecimento ou estão em um momento evolutivo em que a conscientização de sua espiritualidade e vontade de mudança de atitude funciona como um aval para uma intercessão positiva das falanges espirituais.

            O resultado benéfico da eteriatria tem muito mais relação com a reforma íntima de cada um e  com a fé em uma melhora do que com a casa ou corrente mediúnica. Cada um vai alcançar somente aquilo que buscar com humildade, dedicação e fé em Deus.
           
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google analytics