CALENDÁRIO VERÃO 2018.

ENCERRAMENTO 2017

08/12/17 – 6ª Feira: Sessão Pública.

15/12/17 – 6ª Feira: Última Sessão Pública.

Calendário Verão 2018

Atenção: Janeiro e Fevereiro Sessões Quinzenais!

12/01/18 – 6ª Feira – Sessão Pública.

26/01/18 – 6ª Feira Sessão Pública.

09/02/18 – 6ª Feira – Sessão Pública.

23/02/18 – 6ª Feira – Sessão Pública.

09/03/18 – 6ª Feira – Sessão Pública.

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Ação dos objetos enfeitiçados


PERGUNTA: - De que modo os objetos enfeitiçados podem baixar as vibrações do ambiente onde permanece a pessoa visada por esse ato de bruxaria?
RAMATÍS: - Os objetos usados e trabalhados pelos feiticeiros desempenham a função de captadores de energias inferiores e servem de condensadores, que baixam as vibrações fluídicas do ambiente em que são colocados. Embora sendo matéria, tais objetos vibram no campo etéreo-astral, porque são também energia condensada. Sob a vontade vigorosa dos feiticeiros, que agem na intimidade eletrônica da substância, ou seja, no seu "elemental", produz-se uma excitação magnética ou superatividade, mas em sentido negativo, que depois atinge a aura da vítima a que eles estão vinculados pelo processo de bruxaria, rebaixando o campo vibratório para alimentar expressões deprimentes de vida oculta.

PERGUNTA: - Qual é o sentido desse alimentar expressões deprimentes de vida oculta?
RAMATÍS: - Assim como o lodo é alimento seivoso para as coletividades microbianas patogênicas, a atmosfera magnética viscosa, 5 que resulta da presença de condensadores enfeitiçados, transforma-se em excelente campo alimentício para as larvas, embriões, bacilos e vibriões psíquicos oriundos do mundo invisível aos acanhados sentidos humanos. Multidões famélicas e colônias microscópicas de larvas e microrganismos em torturada agitação buscam vorazmente as zonas de"depressão magnética" em torno dos enfeitiçados, para o seu sustento mórbido. Baixam, paulatinamente, do campo imponderável condensando-se em formas gradativas intermediárias, até alcançarem o plano físico, onde a ciência humana, depois, os pressente na forma de "vírus" e "ultravírus" e demais probabilidades patogênicas, responsabilizando-os por inúmeras enfermidades, principalmente na patologia cancerosa. A ação transformadora dos objetos enfeitiçados inverte os pólos de freqüência e o dinamismo natural da energia em liberdade, degradando-a para uma condição realmente viscosa, decomposta e deteriorada. Essa viscosidade, como lençol denso de magnetismo, torna-se o elemento intermediário, ou revelador, a fim de as coletividades vorazes e destruidoras fazerem o seu "descenso" vibratório para o campo material. Elas, então, gradativamente, ingressam pela cortina desse magnetismo pegajoso exsudado da aura do enfeitiçado, convergindo para o seu metabolismo fisiológico e criando-lhe estados enfermiços de origem imponderável e dificílimo de se identificarem pelos mais abalizados exames médicos.
5 - Nota de Ramatís: - O termo "atmosfera magnética viscosa", aparentemente excêntrico, define, realmente, no perispírito, uma condição semelhante ao que ocorre com o corpo físico, quando é envolto pelo lodo úmido e pegajoso a se infiltrar pelos poros de modo desagradável. Os enfeitiçados sob forte carga maléfica quase sempre acusam em si a sensação mortificante de gelidez, viscosidade ou então aridez na pele.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google analytics